Uma discussão muito frequente entre os estudiosos e praticantes da hipnose é o termo hipnoterapia.

Você sabe o que é? É um tipo de terapia?

Confira mais!

[toc]

O que é hipnoterapia?

Quando se fala em hipnose clínica, algumas pessoas usam o termo “hipnoterapia”.

O nome “hipnoterapia” é enganador. A hipnose não é, realmente, uma terapia por si só.

Hipnose é como uma ferramenta. É uma maneira de usar a hipnose para atingir determinados objetivos.

Da mesma forma que um mecânico terá uma compreensão de engenharia, os hipnoterapeutas terão tido treinamento em modelos de emoções e comportamentos humanos.

Se você deseja ter uma terapia envolvendo hipnose, certifique-se de que seu terapeuta tenha recebido treinamento em pelo menos um modelo de terapia antes de concluir o treinamento adicional em hipnoterapia.

Não existe uma teoria na hipnose envolvendo a personalidade humana

O máximo que existem são as chamadas Teorias da Mente. Porém, essas teorias não possuem realmente um arcabouço teórico como os modelos de psicoterapia.

Também não explicam o comportamento humano e o surgimento das psicopatologias, por meio de suas teorias. 

Modelos de psicoterapia

Existem muitos modelos diferentes de terapia. É útil perguntar qual(is) modelo(s) seu terapeuta tem treinamento.

São eles:v

Hipnose não é abordagem terapêutica 

Voltando à ideia de que a hipnose é uma ferramenta que complementa uma abordagem terapêutica, vejamos o exemplo abaixo.

Vamos supor que alguém deseja parar de fumar. Por tal motivo, vai se submeter a um processo terapêutico.

Essa pessoa decide fazer terapia cognitiva. Mesmo que não conheça a pessoa ou o terapeuta, sabe-se que essa terapia vai se basear em pensamentos automáticos ruins mudança de crenças.

O simples fato de mencionar que é uma terapia cognitiva, já tem-se conclusões sobre a abordagem que o profissional vai utilizar com o cliente.

Por outro lado, se mencionarem que a terapia utilizada vai ser psicologia do comportamento, não há como saber o que vai acontecer. Mas sim pode-se saber que serão utilizados os conceitos de recompensa, punição e extinção serão utilizados.

Ou se for hipnoanálise, que é o uso da hipnose com psicanálise, sabe-se que será algo envolvendo memórias reprimidas do inconsciente.

Por outro lado, se disserem que esse sujeito parou de fumar com uso da hipnoterapia, não há como saber saber o que acontecerá. E o motivo é:

A hipnose não é um tipo de terapia. Mas, sim uma ferramenta que acelera a terapia.

hipnoterapia
Imagem: Unplash

Como a hipnose pode contribuir com uma terapia?

É muito comum ouvirmos falar que tratamentos com hipnose são mais rápidos. A hipnose acelera o tratamento que já iria acontecer.

Há muitos artigos científicos que falam da eficiência da hipnose no tratamento de diversos distúrbios e doenças.

O que acontece em uma sessão de hipnoterapia?

Agora, isso depende muito do terapeuta, do paciente e do problema que está sendo trabalhado.

Seria normal para o terapeuta guiar o paciente para um estado de hipnose com uma indução hipnótica

Isso pode envolver qualquer um dos seguintes itens:

Veja quais são as etapas de uma sessão de hipnose.

 

Concluímos, portanto, que a hipnoterapia não é um tipo de terapia. 

A hipnose surge na clínica para aumentar o engajamento, concentração e expectativas do cliente. Consequentemente produzindo resultados melhores na terapia.

 

Agora que você já conhece a hipnoterapia, você acha que todo psicólogo deve saber hipnotizar? Veja essa discussão aqui!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *