Fazer curso de hipnose: vale a pena?

Tempo de leitura: 8 minutos

3 (60%) 2 vote[s]

A hipnose se tornou uma estratégia para desenvolver o potencial e habilidades de quem se dispõe a aprender. Por isso, os profissionais de diversos segmentos têm apostado em um curso de hipnose como forma de investir em si mesmos.

No entanto, não é lendo textos na internet que um profissional estará apto para aprender sobre hipnose. Conteúdo não é o problema, e sim a qualidade e a comprovação dessas informações soltas.

Afinal, para aplicar a hipnose como terapia e ajudar outras pessoas, é fundamental fazer um curso. Mas aí muitos se perguntam: será se vale a pena?

A técnica por si só tem sido muito propagada em diversas áreas do desenvolvimento humano, mas muitas pessoas têm dúvidas sobre as aplicações práticas da hipnose e como podem se beneficiar dela. Por isso, reunimos 12 motivos para fazer um curso de hipnose o quanto antes.

12 motivos para fazer um curso de hipnose

1. Não tem nenhum mistério

A hipnose não tem contra indicação porque trabalha com o transe hipnótico, fruto de um processo psicofisiológico natural que não oferece risco algum ao paciente. Ele atua da mesma forma que o sono, o estado de vigília, o estado de meditação e o devaneio, por exemplo.

O transe hipnótico, ao qual o paciente é levado durante uma sessão de hipnose, nada mais é do que um estado mental de alta concentração (mindfulness), onde sua consciência fica altamente suscetível a sugestões que podem vir de você mesmo (auto-hipnose) ou de outra pessoa.

Como é um estado passageiro, não há riscos de você ficar em transe eternamente e nem mesmo de ser controlado por outra pessoa sem sua permissão.

Portanto, hipnose é um estado natural, já que todos nós temos momentos ao longo do dia em que o transe hipnótico é percebido.

2. Iniciar os estudos é muito fácil

Se a hipnose não tem mistério, estudar sobre ela também não tem mistério nenhum. Pra começar, é bom saber que não é preciso ter uma formação específica na área para especializar-se em hipnose. Não existe graduação ou especialização a nível superior na área.

Em geral, a hipnose é um complemento na formação de profissionais da área de saúde, como médicos, fisioterapeutas, dentistas e psicólogos. Porém, aqueles formados em  outras áreas também podem fazer o curso de hipnoterapeuta, como forma de complementar a experiência com o cliente, como veremos mais à frente.

3. Conhecimento é profundo

Existe uma grande diferença entre ler materiais sobre hipnose na internet e estudar profundamente a técnica. É claro que a simples leitura ajuda a conhecer a técnica, seus benefícios, aplicação, entre outros detalhes. Porém, não é um conhecimento tão aprofundado como aquele oferecido em um curso de hipnose.

Ao se conectar com a mente do paciente, o hipnoterapeuta vai precisar dominar as técnicas sobre como interpretá-las e como guiar o paciente na busca pelo autoconhecimento, superação e cura.

4. Um curso de hipnose tem certificação garantida

Fazer curso de hipnose: vale a pena?

A credibilidade de qualquer formação e profissão só é possível quando se pode exibir uma certificação de um curso. Ela é a prova de que o profissional estudou, se dedicou, se preparou, tem bases científicas e então, está apto a realizar um bom trabalho.

Afinal, ninguém confiaria num profissional que diz que sabe fazer algo, mas não tem como comprovar seu conhecimento.

É importante destacar isso como um bom motivo para fazer um curso de hipnose porque a técnica ainda provoca descrença e preconceito de muitas pessoas. As pesquisas e comprovações sobre a técnica derrubaram de vez a ideia equivocada de que hipnose é algo místico ou esotérico.

Por isso, não se trata de uma fórmula pronta que você pegou na internet, mas de uma especialização com profissionais da área que te prepararam para isso.

5. Existe representatividade nacional

A legislação em torno da hipnose clínica está cada vez mais avançada. Para comprovar e garantir a credibilidade da hipnose, foram criadas associações de hipnose clínica no Brasil e no exterior.

Por isso, além de procurar um bom curso, é necessário aqui no Brasil ter o registro na ANT, a Associação Nacional dos Terapeutas.

Ao fazer o registro no órgão, o profissional recebe a carteira nacional de terapeuta por uma entidade de classe profissional registrada e de âmbito nacional. Além disso, terá direito a benefícios como cursos, palestras, congressos e convênios.

6. A remuneração é bem competitiva

Em média, uma sessão de 3 horas de hipnose clínica pode variar de R$ 500 a R$ 2.000, a depender do nível de experiência do profissional.

Fazendo as contas, se o profissional se dedicar uma tarde inteira para realização de duas sessões diárias, cobrando o valor mais barato de R$ 500 por sessão (R$ 1.000 por dia para duas sessões), o rendimento é de R$ 20.000,00 mensais.

7. É possível ampliar o networking

Outro bom motivo para fazer um curso de hipnose é a possibilidade de ampliar a sua rede de contatos. Afinal, conhecer pessoas do mesmo ramo é fundamental para se manter ativo no mercado de trabalho e fazer boas parcerias.

É importante ter a percepção de que o networking funciona como uma via de mão dupla, em que deve haver a troca de informações, conhecimentos, indicações, por exemplo. Essa ajuda mútua é o que traz os benefícios reais aos profissionais com uma boa rede de contatos.

Por meio do networking no ramo da hipnose é possível estar em contato com profissionais de renome, trocar informações e participar de eventos, por exemplo.

8. Melhorar a experiência com o cliente

O curso de hipnose é um diferencial para o profissional, na medida em que o aluno do curso de hipnose desenvolve novas competências e habilidades.

Os conhecimentos adquiridos nesse curso além de possibilitarem a aplicação de sessões de hipnose também ajudam a melhorar a experiência com clientes, como por exemplo na realização de vendas hipnóticas.

Isso se acontece por uma explicação. Técnicas sutis podem ser aplicadas discretamente no paciente sem que ele perceba.

Explicando melhor: por mais racionais que sejamos, as emoções têm papel definitivo sobre tudo o que escolhemos, inclusive o que compramos. Mesmo aqueles que se consideram extremamente racionais, pautados apenas por fatos e lógica, não conseguem escapar dos efeitos que alguns gatilhos têm sobre a mente humana.

9. O mercado está em expansão

Além de ter a certificação de sua formação, o curso de hipnose ainda possibilita que o profissional domine estratégias e métodos para fazer atendimentos mais completos e eficazes.

O profissional pode escolher a forma como deseja aplicar a hipnose, seja para:

  • atender pacientes;
  • tratar traumas e fobias;
  • desenvolver competências e habilidades;
  • contribuir para o autoconhecimento e autoestima do paciente ou de si próprio;
  • superar de medos e fobias, e por aí vai.

10. Pode funcionar como atividade paralela

A carreira de hipnólogo dá a flexibilidade de atender pacientes em horários opostos ao horário principal de trabalho, se esse for o seu desejo.

Existem muitas clínicas que fazem locação de salas por hora e ficam abertas até tarde nos dias de semana, podendo abrir ainda aos fins de semana.

O preço de locação dessas salas costuma variar de R$ 20 a R$ 50 por hora, com direito a recepcionista. Portanto, não é preciso fazer um grande investimento em infraestrutura para começar a trabalhar com hipnose.

11. Os resultados são comprovados e reconhecidos

Fazer curso de hipnose: vale a pena?

Hoje em dia muitas pessoas têm procurado opções de tratamento que saiam da medicina convencional. A hipnose é uma dessas opções e pode ajudar a curar traumas, distúrbios psicológicos, transtornos e ainda problemas físicos.

O método, que há muitos anos foi contestado por profissionais da saúde, hoje tem o aval de inúmeras pesquisas que comprovam sua eficácia em pacientes com dor crônica, distúrbios emocionais e em pacientes em estado terminal.

Além disso, a ciência comprovou eficácia no alívio da dor em tratamentos contra o câncer e até para o tratamento contra síndrome do pânico, resolvido em dois a seis meses com sessões semanais de hipnoterapia.

12. Dá para aplicar os conhecimentos em si mesmo

Além de fazer um curso de hipnose para atender pacientes, você pode fazer aprender as técnicas de hipnose para aplicar em si mesmo. Isso porque é possível fazer uma auto-hipnose.

A auto hipnose se apresenta como uma ferramenta para alterar sua percepção da realidade. Assim ela ajuda a melhorar a concentração, controlar pensamentos intrusivos, mudar hábitos indesejados e melhorar a saúde emocional.

Como aprender hipnose do zero

Como vimos, a hipnose é uma situação complexa que exige muito preparo. Por isso é tão importante está embasado em conhecimentos e técnicas devidamente comprovadas, extraídas de um curso de qualidade atestada e garantida.

Em um bom curso são abordados técnicas, métodos, estudos e pesquisas que facilitam a compreensão da mente humana e seus mecanismos, bem como o que deve ser feito para conduzir uma sessão de hipnose com total controle da situação.

Por isso, invista em um curso para aprender hipnose do zero e aproveite todas as possibilidades de crescimento humano e profissional que a técnica oferece!

Esse artigo foi útil?

Clique na estrela para pontuar!

Média de pontuação / 5. Vote count:

Hipnose clínicaPowered by Rock Convert