Tudo que Você Precisa Saber Sobre Hipnose Para Emagrecer

Tempo de leitura: 13 minutos

5 (100%) 100 votes

Neste artigo, você vai entender como funciona a hipnose para emagrecer. Também, quais são as principais técnicas de mudança comportamental usadas nesse processo.

Você já se perguntou:

  • Por que algumas pessoas fazem vários tipos de dietas, frequentam a academia por meses, mas não conseguem emagrecer?
  • E quando conseguem diminuir alguns quilos, voltam a ganhar peso rapidamente?

Uma coisa é fato: se não há nenhuma limitação fisiológica que impede a pessoa de emagrecer, é provável que o problema esteja na sua atitude mental em relação ao emagrecimento.

Considerações iniciais sobre a hipnose para emagrecer

Hipnose não é terapia

O primeiro ponto que precisamos esclarecer é que hipnose não é uma abordagem terapêutica. Não é como, por exemplo, a psicanálise e Terapia Cognitiva Comportamental.

Geralmente, os hipnoterapeutas usam conceitos e técnicas de abordagens da psicologia em conjunto com a hipnose para acelerar e potencializar os resultados da terapia.

A psicoterapia, somada à hipnose, para emagrecer pode ajudar a pessoa a mudar seus hábitos em poucas semanas. Sem sofrimento e de maneira natural.

Hipnose não é uma solução mágica

Nos shows de hipnose de palco, os hipnotistas sugerem comportamentos inusitados aos participantes. E eles, prontamente, realizam.

O hipnotista diz “Agora você fala cantando” ou “Fique completamente gago” e o voluntário, na maioria das vezes, vivencia a experiência.

Algumas pessoas, ao verem os fenômenos que acontecem na hipnose de palco, acabam acreditando que a hipnose clínica também funciona assim, em um estalar de dedos.

Acreditam que, para a hipnoterapia acontecer, bastaria dizer “Agora você não gosta mais de chocolate e só come verduras”. E o sujeito simplesmente mudaria seus hábitos alimentares, sem esforço algum.

Mas, não é assim que acontece!   

Na hipnose de palco, o objetivo é apenas o entretenimento, os voluntários estão lá para se divertir e as sugestões hipnóticas são feitas para durar poucos minutos.

Já na terapia com hipnose para emagrecer, o objetivo é fazer com que as mudanças sejam duradouras.

E para que as mudanças sejam duradouras, além do hipnoterapeuta utilizar técnicas apropriadas ー diferentes das usadas na hipnose de palco ー, a pessoa hipnotizada precisa assumir o papel de protagonista no processo.

Acima de tudo, estar verdadeiramente motivada para emagrecer.

Identificando o desejo de mudança

Estar motivado para mudar é realmente importante? Estudos sugerem que é essencial!

Na busca por melhores métodos para tratar vícios, pesquisadores começaram a estudar o comportamento de tabagistas.  

O objetivo era entender porque alguns indivíduos simplesmente paravam de fumar; outros paravam por um tempo e retornavam; e outros preferiam continuar fumando ou não se consideravam viciados.

Com base nesse estudo, desenvolveu-se uma ferramenta de diagnóstico para identificação do desejo de mudança em relação a um determinado vício.

Esta ferramenta é conhecida como Modelo Transteórico e refere-se à prontidão para a mudança de um determinado comportamento.

Foram identificados 5 estágios:

  1. Pré-contemplação
  2. Contemplação
  3. Preparação
  4. Ação
  5. Manutenção

1. Pré-contemplação

Esse estágio tem como característica principal a falta de vontade para a mudança. A pessoa não pretende mudar agora e nem em um futuro próximo (durante os próximos 6 meses).

A maioria dos indivíduos que se encaixam nessa categoria não tem consciência do problema, ou até tem conhecimento, mas realmente não querem mudar.

São pessoas que não pretendem procurar ajudar por vontade própria. E quando procuram, é por influência ou pressão dos familiares, amigos e companheiros.

Exemplo típico: “Não seria bom você fazer um regime?” E o indivíduo responde :“Para quê? Eu me sinto bem assim como estou.” Nesse estado, a pessoa resiste em reconhecer o problema e modificá-lo.

2. Contemplação

Esta pessoa sabe que precisa emagrecer.

Já pensou seriamente em reeducar a alimentação e iniciar a prática de exercícios.

Mas ainda não tomou nenhuma iniciativa e não sabe por onde começar. Estudos mostram que o indivíduo pode ficar nesse estágio por anos.

3. Preparação

No estágio da preparação, a pessoa está motivada para emagrecer e consegue se imaginar realizando este objetivo, nos próximos meses.  

Geralmente, estas pessoas já tentaram emagrecer no passado, mas não obtiveram sucesso.

Muitas delas até se comprometeram em iniciar uma dieta e exercícios em várias segundas-feiras, porém acabam desistindo no meio da semana, sempre com alguma desculpa.

4. Ação

A pessoa já está conseguindo reeducar a alimentação, praticar exercícios e, por consequência, está emagrecendo.

Essa mudança de comportamento é visível e aconteceram há menos de 6 meses.

Esse período exige esforço e dedicação para evitar recaídas nos excessos de comida e sedentarismo.

5. Manutenção

Considera-se que uma pessoa está no estágio de manutenção quando consegue manter os novos hábitos por um período superior a 6 meses.

Agora o objetivo é manter esses hábitos saudáveis para que não hajam recaídas e o indivíduo volte a ganhar peso.

 

Esses estágios de comportamento não são estáticos. Podem evoluir, regredir ou estacionar.

Geralmente, é no estágio 3, da preparação, que a pessoa procura a hipnoterapia. E, uma vez que ela esteja verdadeiramente motivada a controlar o peso, é hora de iniciar o tratamento com hipnose para emagrecer!

Como funciona a hipnose para emagrecer?

O papel da hipnose clínica no processo de emagrecimento saudável é tratar a compulsão alimentar, aumentar a autodisciplina do sujeito para praticar exercícios e ajudá-lo a adquirir novos hábitos alimentares.

Na terapia, são trabalhadas as seguintes etapas:

  • Definir objetivos claros e em termos positivos;
  • Identificar os gatilhos emocionais que sabotam o seu autocontrole;
  • Eliciar um Estado de Recursos;
  • Realizar os testes imaginário e real.

Definir objetivos claros e em termos positivos

Na hipnoterapia, a direção é mais importante do que a velocidade. Sem a formulação de objetivos claros, o resultado dificilmente será alcançado.

A principal característica de um objetivo bem formulado é que ele pode ser expresso em termos positivos. Isso será explicado a seguir.

Geralmente, as pessoas que procuram a hipnose para emagrecer tendem a definir suas metas utilizando uma linguagem negativa.

Expressam seus objetivos através de termos como “perder peso”, “parar de comer tanto”, “se livrar das gorduras e dos doces”, “evitar os quilos”, etc.

Porém, mais importante do que saber o que não quer, é saber o que você realmente deseja.

Por exemplo, ao dizer para alguém “Não pense em um elefante azul”, estamos, paradoxalmente, direcionando sua atenção para pensar em um elefante azul.

A única maneira de “não pensar em um elefante azul” é pensar em outra coisa. Essa linguagem negativa do “não quero isso, não quero aquilo” é chamada na PNL de vírus de pensamento.

Na hipnose para emagrecer, essas afirmações com negativos embutidos são alteradas para afirmações como “alcançar a minha meta de peso”, “ter um corpo saudável”, “ser magro, ativo e comer nutritivamente”, etc.

Ao definir objetivos bem formulados, é hora de identificar os gatilhos mentais e crenças limitantes que impedem a pessoa de alcançar esses objetivos.

Identificar os gatilhos emocionais e ambientais que sabotam o autocontrole

Os gatilhos emocionais e ambientais são situações internas ou externas que disparam o desejo de comer, mesmo quando a pessoa não está com fome.

Por exemplo, em relação aos gatilhos ambientais, a pessoa consegue evitar os doces ou comidas gordurosas, desde que não possa vê-los.

Mas, ao participar de uma reunião de família ou churrasco com amigos e ver a mesa repleta de comida, não resiste à tentação de comer compulsivamente.

Já os gatilhos emocionais remetem a situações em que o desejo de comer é disparado por sentimentos como ansiedade, estresse ou insegurança.

Esse comportamento é denominado fome emocional. A pessoa consome alimentos para compensar uma carência afetiva, aliviar a ansiedade ou evitar emoções dolorosas.

O problema é que, após o episódio de compulsão, ela se sente culpada por não conseguir ter autocontrole. Isso cria um ciclo de infelicidade:

Emoção negativa > Fome emocional > Compulsão alimentar > Emoção negativa

Ao identificar os gatilhos ambientais e emocionais que sabotam o autocontrole, é hora de eliciar o Estado de Recursos adequado para que a pessoa consiga alcançar sua meta de emagrecimento.

Eliciar um Estado de Recursos

Na Programação Neurolinguística, um Estado de Recursos pode ser definido como um estado de espírito ou disposição positiva para fazer algo.

Nesse estado, a pessoa pode se sentir feliz, confiante, corajosa, inteligente, emocionalmente fortalecida, amada, em paz, etc.

Ao eliciá-lo, ela sente-se capaz de fazer escolhas e tomar decisões que irão ajudá-la no processo de emagrecimento.

Na hipnose para emagrecer são eliciados poderosos Estados de Recursos relacionados à autoconfiança e disposição para reeducar a alimentação, praticar exercícios e emagrecer sem sofrimento.

Esses Recursos são usados para interromper os gatilhos emocionais que disparam na pessoa o desejo de comer compulsivamente.

Por exemplo, se o sujeito recorre à comida para compensar o sentimento de insegurança, é possível eliciar um estado de AUTOCONFIANÇA para que se sinta segura, sem precisar da comida.

O que é possível através da criação de “âncoras”, que serão explicadas mais a frente.

Realizar os testes imaginário e real

No teste imaginário, também conhecido como Ponte ao Futuro, o hipnoterapeuta sugere que a pessoa se imagine vivenciando os próximos dias e semanas, de acordo com os novos hábitos de alimentação e exercícios.

É sugerido que ela se imagine em situações que antes disparavam os gatilhos da compulsão alimentar. Mas, agora, ela pode ativar o Estado de Recursos por meio das âncoras para assumir o controle.

Se estiver tudo certo no teste imaginário, é hora de encerrar a sessão e ir para o teste real.

É fora do consultório que a pessoa terá a oportunidade de colocar em prática o que aprendeu na terapia!

Obviamente, não é recomendado que ela “teste” seu autocontrole indo a uma churrascaria ou rodízio de pizza. Essa atitude denotaria uma falta de crença em relação à eficácia do tratamento.

Hipnose para emagrecer

O uso de âncoras para eliciar recursos

Conta-se a história de um homem que era alérgico a flores. E todas as vezes que entrava em um ambiente onde havia flores, seu nariz ficava vermelho e espirrava muito.

Um dia, esse homem foi ao médico para uma consulta de rotina. Entrando no consultório, viu um ramalhete de flores dentro de um vaso com água e imediatamente começou a espirrar.

O médico perguntou “Tudo bem?” e o homem, entre espirros, respondeu “São aquelas flores, sou alérgico”. O médico começou a rir e explicou “Mas essas flores são de plástico!”.

Se as flores não eram reais, por que o homem teve uma reação alérgica? Na PNL, isso é chamado de âncora!

Uma âncora pode ser definida como um estímulo externo que causa uma reação interna. Esses estímulos podem ser visuais, auditivos e cinestésicos.

Quando acionados, eliciam memórias ou estados emocionais específicos. Consequentemente, podem motivar a pessoa a se comportar de uma determinada maneira.

Estamos criando e usando âncoras, inconscientemente, o tempo todo. Por exemplo, se você pensar no cheiro ou imaginar uma comida que gosta muito, é provável que sua salivação aumente.

E quando você lembra o perfume de alguém por quem você tem um forte sentimento, talvez perceba uma alteração no seu batimento cardíaco.

Essas reações acontecem de maneira involuntária, pois estas âncoras já estão instaladas.

Só que também é possível criar âncoras conscientemente. E eliciar Estados de Recursos como motivação, foco, autoconfiança, prazer, alegria e etc.

Como as âncoras podem ser utilizadas na hipnose para emagrecer?

O uso da âncora pode ser muito eficaz em diversos aspectos do tratamento como, por exemplo:

  • Controlar a fome emocional;
  • Aliviar a ansiedade;
  • Aumentar a autoestima;
  • Reforçar a autodisciplina e o autocontrole;
  • Dar a determinação necessária para dizer “NÃO” a um convite para consumir alimentos que ela quer evitar;
  • Lidar com o estresse;
  • Interromper os pensamentos automáticos que a fazem agir impulsivamente.

Como criar âncoras na Hipnose para emagrecer?

Geralmente, a técnicas de ancoragem é a primeira a ser utilizada no tratamento. E pode ser realizada em quatro passos simples. Confira-os abaixo!

1. Eliciar o estado desejado

Nesse ponto, os gatilhos que disparam a vontade de comer compulsivamente ou afetam a motivação dessa pessoa já foram identificados. Ela também sabe os recursos que precisa para atingir sua meta de emagrecimento.

O hipnoterapeuta faz com que a pessoa se lembre, por exemplo, de um momento que se sentiu disciplinada, confiante, em paz consigo mesma, ou em qualquer outro estado de recursos.  

E faz com que se concentre profundamente nesse pensamento.

2. Instalação da âncora.

Enquanto a pessoa está revivendo o sentimento positivo, o hipnoterapeuta sugere que ela amplifique ainda mais esta sensação.

Ela deve manter-se focada nos aspectos do pensamento que mais intensificarem o estado de recursos.

Podem ser imagens, sons, sentimentos ou tudo junto. O importante é que ela reviva intensamente essa sensação positiva relacionada ao estado que ela quer ancorar.

Quando a pessoa está no ápice desse sentimento, o hipnoterapeuta pode instalar a âncora fazendo um barulho, dizendo uma palavra, tocando no braço da pessoa ou pedindo que ela faça um gesto específico.

O importante é que seja algo fácil de repetir e sutil o suficiente para se realizar discretamente sem que outros percebam.

3. Quebrar o estado e testar a âncora

Após desfazer o gesto de ancoragem, o hipnoterapeuta pede pra pessoa respirar fundo e faz uma pergunta de quebra de padrão, como: “Qual dos seus pés está mais quente, o direito ou o esquerdo?”.

Essa quebra de padrão é realizada apenas para que o sujeito saia do modo imaginativo e se conecte com a realidade novamente.

Então, é solicitado que a pessoa faça o gesto de ancoragem uma vez mais.

Se, naturalmente, ela sentir seu estado emocional mudar, a âncora foi instalada com sucesso. Caso não, o processo deve ser realizado novamente.

 

Essas situações irão surgir naturalmente. Por isso, é importante utilizar a auto-hipnose diariamente para reforçar a motivação e lembrar-se da meta!

Hipnose para emagrecer

 

Fonte: