Como tratar Paralisia do Sono com Hipnose

Tempo de leitura: 5 minutos

Rate this post

Um pesadelo, daqueles que nos fazem acordar sobressaltados e com uma angústia no peito. Logo, aquele alívio de poder pensar: “foi apenas um sonho”. Isso já aconteceu com você? Provavelmente, uma vez que todos nós sonhamos. Mas, e se não fosse possível sair do pesadelo e você se visse em meio a um episódio de paralisia do sono?

Parece aterrorizante, certo? E é, segundo aqueles que já passaram pela experiência. Na paralisia do sono acontece de a pessoa estar consciente do que acontece, mas não conseguir se mover ou falar. Muitos podem ter, juntamente, episódios de alucinações visuais e/ou sonoras.

Entretanto, a paralisia do sono não é sinal de desordem mental ou qualquer patologia. Ela pode acontecer com qualquer pessoa, sendo mais propensas aquelas que estão enfrentando situações estressantes.

Neste artigo, vamos explorar um pouco mais sobre a paralisia do sono, seus sintomas e também mostrar algumas formas de tratamento. Acompanhe e tire suas dúvidas!

O que é paralisia do sono?

Antes de começarmos, um fato curioso sobre a paralisia do sono: todos nós a temos. Ela é um estado natural do sono REM, um mecanismo do corpo para evitar movimentos durante o descanso.

O problema acontece quando saímos deste estágio, retornando à consciência (ou estado de vigília) e a paralisia corporal persiste, misturando as duas fases, vigília e REM. Alguns estudos mostram que toda pessoa tem, ao menos, dois episódios de paralisia do sono durante a vida.

Os episódios duram entre 1 e 3 minutos. Por isso muitas pessoas acreditam que tiveram apenas um sonho estranho durante a noite. Uma boa razão para acreditarem nisso é que durante a paralisia do sono é possível haver alucinações hipnagógicas ― termo utilizado por Freud para designar os fenômenos visuais imaginativos.

Vultos, sombras, animais, clarões e outras figuras podem ser vistas de forma aleatória e sem contexto. Dessa forma, é muito mais fácil relacionar o aparecimento de um barco no meio do quarto a um sonho que a um episódio de paralisia do sono.

As 3 formas da paralisia do sono

A paralisia do sono é definida de 3 formas, dependendo da frequência de ocorrência.

Forma isolada

Acomete indivíduos saudáveis, mas que estejam passando por mudanças bruscas, estresse intenso, que se sintam muito ansiosos ou que estejam sendo privados do sono;

Forma familiar

E esse é o tipo mais raro, onde vários indivíduos da mesma família apresentam os episódios, que se repetem ao longo do tempo. O curioso nesta forma é que não existe nenhum outro sintoma, como o estresse, ligado ao aparecimento dos episódios;

Forma patológica

Embora a paralisia do sono não seja um transtorno, pode ser a expressão de alguma doença como narcolepsia e apneia do sono.

Quais os sintomas da paralisia do sono?

Como tratar paralisia do sono com hipnose
O Pesadelo, do suíço Johann Heinrich Füssli, ilustra uma das mais recorrentes lendas sobre a paralisia do sono.

Além das alucinações visuais, alguns outros sintomas da paralisia do sono podem ser bastante angustiantes.

Dificuldade respiratória

A cultura popular é rica em referência à paralisia do sono. Em Portugal, existe o “Fradinho da Mão Furada”; no Brasil, a lenda da Pisadeira; e em vários outros países existem explicações cheias de lendas e entidades sobrenaturais que explicam esse que é um dos sintomas mais comuns. Pressão no peito, sensação de asfixia e falta de ar são bastante relatados;

Alucinações auditivas

Os sons podem parecer reais, mas não passam de alucinação. Vidro quebrando, sussurros, arrastar de móveis, portas batendo e outros sons podem ser ouvidos durante um episódio de paralisia do sono;

Sensação de presença

Esse, segundo relatos, é um dos mais assustadores. Há uma sensação de presença na casa ou no quarto, de estar sendo observado e pode-se até ver a “presença” se movendo. Aliado às alucinações auditivas e visuais, a angústia é inevitável para a maioria

Embora os sintomas sejam bastante angustiantes e provoquem medo em quase todos os que passam pela experiência, é bom ressaltar que a paralisia do sono é completamente inofensiva e, em no máximo 3 minutos, tudo vai acabar.

Quais os tratamentos disponíveis?

Casos isolados, como falado acima, tendem a não se repetir com frequência e não influenciam na rotina da pessoa e, por isso, não é necessário buscar auxílio médico. Uma simples “higiene do sono” pode ajudar a evitar novos episódios e a ter um sono melhor.

Agora, em casos onde a pessoa tem episódios recorrentes, começa a adiar a ida para a cama com medo de novas crises e isso começa a interferir na rotina, é bom procurar ajuda para avaliação e procurar alguma doença do sono que possa estar associada aos episódios.

Como a hipnose pode ajudar com a paralisia do sono?

A hipnose tem se mostrado altamente eficiente ao ajudar pessoas que sofrem com a paralisia noturna. Lembra da higiene do sono, que falamos acima? O hipnoterapeuta ajuda a instituir e manter uma rotina saudável, que também deve ser incrementada com mudança de hábitos e a inserção de exercícios físicos.

Durante a sessão, o hipnoterapeuta consegue acessar o subconsciente do paciente, passando a ele instruções que irão auxiliar no relaxamento do corpo e da mente durante o sono, cessando com os episódios.

E mesmo quem não sofre com a paralisia do sono, mas de algum outro distúrbio, como a insônia, pode se beneficiar da hipnose. Quer saber como? No artigo Guia de Hipnose Para Dormir Melhor você conhece todos os detalhes. Uma boa noite e até a próxima!

Esse artigo foi útil?

Clique na estrela para pontuar!

Média de pontuação / 5. Vote count:

Curso virtual de auto-hipnosePowered by Rock Convert