Psicoterapia: Quanto Cobrar Pela Consulta?

Tempo de leitura: 3 minutos

5 (100%) 1 vote

Algumas dúvida que atingem muitos profissionais da psicoterapia e terapeutas são:

  • Quanto cobrar por uma consulta?
  • Como cobrar por uma consulta?

No entanto, a pergunta mais importante a ser feita é a seguinte:

  • Quanto de valor você consegue entregar ao seu cliente?

O valor da saúde vai muito além do preço do remédio

Os psicólogos e terapeutas em geral enfrentam um grande problema quando o assunto é entrega de valor ao cliente.

No caso dos médicos isso já não é um problema, porque o valor de um procedimento médico está diretamente ligado à saúde do paciente. Saúde não tem preço.

Porém, se uma pessoa está com problema no pulmão e o médico diz que determinado tratamento conseguirá amenizar ou resolver o problema, provavelmente a pessoa vai fazer o que estiver ao seu alcance para pagar o tratamento. Mesmo que isso custe caro.

Como entregar valor para o seu cliente?

Um dia eu estava no Uber. E aí a motorista iniciou uma conversa comigo e perguntou:

— O que você faz? Com o que você trabalha?

Sou hipnotista e trabalho com terapia. — Eu disse.

Na continuação da conversa, ela falou:

— Nossa! Tenho fobias de aranhas há muito tempo. E desde criança, quando percebo a presença de uma aranha, mesmo pequena, no ambiente em que estou, perco o controle. Isso acaba arruinando meu dia.

Ela prosseguiu:

— Por meio da terapia, é possível controlar essa minha fobia ou até mesmo eliminá-la?

— É claro. — Eu respondi.

Ela perguntou: Quanto custaria uma terapia para controlar ou eliminar essa minha fobia de aranhas?

Falei que um protocolo como esse custaria em torno de R$2.000,00, em um pacote de até 5 sessões.

Quando ela ouviu isso, disse: “R$2.000,00? Nossa, mas é muito caro!”. Quando ela disse isso, perguntei o seguinte:

— Pense em todos os problemas que você já teve, envolvendo aracnofobia. Todos os seus dias que foram arruinados. Quanto você pagaria para se livrar desses problemas? Quanto você acha que valeria um método capaz de ajudá-la a superar essa fobia?

Neste momento, ela respondeu: “Até que não é caro…”.

O valor da psicoterapia é subjetivo

No entanto, perceba como a percepção de valor é subjetiva. No momento em que um hipnotista fala que é especializado em fobias ou transtornos de ansiedade, muitas vezes o cliente está associando com o valor de uma hora/aula para aprender uma matéria de concurso.

Talvez pensando no quanto pagaria por aulas particulares de matemática. O benefício ainda não ficou claro para ele.

Mas, quando você mostra ao seu cliente o verdadeiro VALOR do seu trabalho e ele entende isso, o preço se torna compatível com o valor.  

Quando falo que você deve entregar valor, não estou falando de prometer curas milagrosas. Entregar valor é mostrar ao cliente os benefícios reais que a terapia pode trazer para ele.

É claro que é mais fácil para um dentista mostrar para o cliente os benefícios da saúde bucal, porque são questões mais concretas que envolvem a saúde física. Não são tão subjetivos quanto à saúde mental.

O profissional da psicologia tem que gerar valor para o cliente a partir da experiência subjetiva. Mostrar o quanto a vida dele pode ser melhor por meio da psicoterapia.

E você, como entrega valor para o seu cliente? Deixe seu comentário!