Provando a Efetividade da Regressão Hipnótica Através do Reflexo Babinski

Tempo de leitura: 4 minutos

5
(1)

Em 1948, Gidro-Frank e Bowersbuch conduziram uma pequena pesquisa através do qual seis indivíduos foram hipnotizados. Foi sugerido que voltassem para quando estavam com quatro meses de idade.

Esta parece uma idade muito específica para fazer uma regressão hipnótica, não é mesmo? Eles tinham uma razão particular para voltar a esta idade. Devido ao fato de que os livros didáticos da época afirmavam que, quando um bebê de quatro meses de idade é estimulado na sola do pé, ele responde através do chamado reflexo Babinski.

O reflexo de Babinski

É aquele onde os dedos maiores movem-se para trás e todos os outros do pé se abrem. Os mesmos livros  também falavam que a partir dos seis meses de idade, reagiria de maneira normal. Assim, os pés se moveriam para a frente. Este é o que conhecemos como reflexo Babinski.

Então, o experimento hipnótico conduzido por Gidro-Frank e Bowersbuch tentou verificar isso. Se a mesma resposta psicológica do reflexo Babinski aconteceria quando a hipnose fosse usada para a regressão de indivíduos, de volta aos quatro meses de idade.

Regressão e o reflexo de Babinski

Os resultados do experimento

Seguindo o experimento desta pesquisa, foi registrado que metade dos indivíduos testados regrediram, de fato, aos quatro meses de idade. Responderam psicofisiologicamente ao estímulo dado no pé. Ou seja, eles demonstraram a resposta Babinski.

Havia então, uma evidência necessária para mostrar como a hipnose era um estado especial. E através dela, as pessoas poderiam voltar atrás e recriar o mesmo estado anterior com eficácia. A partir de uma idade muito jovem, as aplicações terapêuticas seriam imensas!

Tenha em mente também que o trabalho de Freud ainda estava fresco entre o período no qual este experimento foi feito. E aquele em que o psicanalista austríaco tinha morrido (apenas 10 anos antes).

Uma vitória para os proponentes da regressão e teóricos do estado especiais, até então?

Bom, as celebrações não permaneceram vivas por muito tempo. E hoje, a maioria dos profissionais relacionados a hipnose e ao campo da hipnoterapia são alheios a este experimento.

As evidências do experimento

Como Theodore Barber e seus colegas Spanos e Chaves apontaram mais tarde, as descobertas deste experimento são inválidas.

Foi demonstrado posteriormente que os livros didáticos referidos antigamente estavam incorretos. Na verdade, a resposta Babinski não é uma característica de bebês de quatro meses de idade. Mesmo já em 1921, o autor Burr mostrou uma ampla variação real na resposta de 69 crianças e concluiu desta forma:

Nenhum movimento específico dos dedos do pés poderiam ser considerados como uma característica da resposta infantil do estímulo da sola do pé.

Então, de volta a 1930, Wolff mostrou que apenas 13 de 389 bebês com quatro meses de idade responderam realmente à real resposta Babinski.

Parece que a base do experimento da pesquisa foi prejudicada pelo embasamento nos livros didáticos. Pois não tinham realmente qualquer evidência apropriada para apoiar aquelas afirmações. A resposta Babinski, de forma alguma, era uma resposta característica de bebês de quatro meses de idade.

Em 1956, Theodore Sarbin sugeriu que os indivíduos tinham sido avisados sobre o propósito do experimento e podem ter executado voluntariamente a resposta Babinski. Portanto, eles conscientemente mexeram o dedo maior do pé para trás enquanto abriam os outros dedos.

Nós poderíamos especular e discutir uma ampla variedade de razões para as respostas deste experimento, mas maioria dos teóricos do “não estado”. E aqueles que não apoiam a regressão no campo da hipnose tendem a concordar que o mais importante foi que o experimento de Gidro-Frank e Bowersbuch não foram bem-sucedidos em mostrar um efeito especial que é único para bebês de quatro meses de idade.

Então, se argumenta que não há evidência real como resultado deste experimento que sugira que os indivíduos estavam em um estado especial. Ou “re-experimentando” aquela idade devido à hipnose.

Entendeu? Estes debates estão por aqui desde que meus avós eram pequenos!

Confira também: 

 

Por: Adam Eason, hipnoterapista. Traduzido e adaptado de 1940s Attempt To Prove Effectiveness Of Hypnotic Regression Using Babinski Reflex.

Esse artigo foi útil?

Clique na estrela para pontuar!

Média de pontuação 5 / 5. Vote count: 1

Hipnose clínicaPowered by Rock Convert