O Consciente Atrapalha A Sua Auto-Hipnose?

Tempo de leitura: 1 minuto

5 (100%) 1 vote

Durante a auto-hipnose, você já sentiu sua mente consciente te atrapalhando de entrar no transe?

Mas, será que a mente consciente tem que, realmente, ser afastada? Que ela tem de ser rebaixada durante a auto-hipnose?

A consciência tem que “parar”?

Existe essa ideia de que, quando a pessoa entra em auto-hipnose, a consciência tem que “parar”. Que a pessoa vai “apagar” e entrar em um transe muito profundo.

No entanto, essa perspectiva de que o sujeito tem que entrar em um transe profundo para a auto-hipnose não é verdadeira…

O transe profundo é uma perspectiva sujetiva. Isto é, por mais que o indivíduo sinta a sintomatologia do transe, cada pessoa sente-a diferente.

Em um grupo de 100 pessoas que respondem muito bem à hipnose, cada uma delas  responderá distinto.

A mente consciente participa da auto-hipnose

Um elemento em comum entre as pessoas que são suscetíveis à hipnose: a participação da consciência no processo hipnótico.

A consciência participa o tempo todo da hipnose e da auto-hipnose.

A hipnose é a habilidade de transformar pensamentos racionais, analógicos em automatizados. Quando, por exemplo, aprende- a dirigir, não é preciso ficar pensando para trocar marchas e afins. A hipnose é capaz de produzir novos comportamentos automáticos, assim como de acabar com os pensamentos automáticos ruins.

A consciência tem que participar ativamente do processo. O indivíduo, em auto-hipnose, pensa o tempo, direcionando sua mente para o que quiser..

Teste você mesmo! Faça uma indução hipnótica. Foque, visualize e imagine apenas aquilo que você verdadeira quer.

A mente consciente não precisa ser rebaixada

Inclusive, uma ideia nociva é a de que a hipnose é um processo passivo. Que basta entrar em transe que a mente será reprogramada inconscientemente por meio de sugestões. Que é algo simples assim.

Lembre-se: a consciência participa o tempo todo!

Veja como a hipnose pode ser usada no controle da dor!