Gestalt-Terapia: descubra a finalidade desta abordagem terapêutica

Tempo de leitura: 4 minutos

5
(1)

A gestalt-terapia tem como principal objetivo ajudar o cliente a desenvolver o seu potencial e conquistar uma vida mais feliz. Isso se torna possível quando a pessoa desenvolve uma melhor relação consigo mesma.

Dessa forma, naturalmente, ela consegue se comunicar e interagir de forma mais saudável com o ambiente ao seu redor. Sem contar que poderá aprender a controlar as próprias emoções e melhorar a forma como lida com os problemas em seu cotidiano. 

Conheça mais sobre a abordagem da gestalt-terapia e veja como ela pode colaborar com a busca por uma vida plena. 

O que é a gestalt-terapia?

Essa é uma abordagem terapêutica baseada em uma vertente da psicologia que estuda os fenômenos da percepção humana. Também conhecida como terapia do contato, a psicologia da gestalt induz a pessoa a se conectar consigo mesma.

Essa abordagem leva em consideração que “o todo não é igual a soma de suas partes”. Logo, não se baseia apenas na dificuldade, doença ou queixa apresentada pelo paciente. Ela visa atingir o desenvolvimento pessoal como um todo. Por isso, considera:

Versátil, a gestalt-terapia pode ser aplicada em um grupo de pessoas ou de forma individual. É também indicada para o atendimento de famílias, casais ou até para o grupo de colaboradores de uma empresa. 

Em todos esses casos, a ideia é sempre a de desenvolver o potencial de cada indivíduo para que sozinho ele consiga mudar a própria realidade. 

Quais são suas influências? 

São várias as correntes filosóficas que influenciaram a gestalt-terapia. As mais importantes são: 

  • o humanismo;
  • o existencialismo;
  • a fenomenologia. 

Do humanismo, a gestalt-terapia  herdou a ideia de que o homem é o centro da existência e do mundo. É o indivíduo que tem o poder de criar e, por isso, as buscas por suas potencialidades devem ser constantes. Dessa forma, a filosofia humanista influenciou a gestalt-terapia por focar na valorização do ser humano.

Já o existencialismo prega que todo ato psíquico é resultado da intenção, que foi originada da própria consciência. Assim, o indivíduo se torna o único responsável por tomar suas próprias decisões, já que é provido de vontade e possui liberdade de escolhas. Em suma, para a gestalt-terapia o existencialismo levou a ideia de que a pessoa é responsável por seus atos e capaz de projetar o seu caminho. 

Por fim, a fenomenologia prega que o mundo é o fenômeno, que precisa ser desvendado e revelado. Além disso, diz que o fenômeno é baseado nas experiências vividas por cada pessoa. Dessa forma, enfatiza a importância da busca pela essência, pelo significado pela consciência.  Resumidamente, influenciou a gestalt-terapia na busca pelo “retorno à consciência”.

Os 3 conceitos da Gestalt-Terapia

Para compreender de uma forma mais ampla a gestalt-terapia, é importante conhecer os principais conceitos dessa abordagem. Confira! 

Aqui e agora

A gestalt-terapia é focada no presente e na análise do que acontece hoje. Embora o passado seja considerado durante a investigação, o que conta mesmo é a maneira como ele interfere no momento atual.

Essa escolha é feita porque entende-se que a pessoa só pode agir ou mudar algo no presente e, por isso, ele é o mais importante.

Consciência (awareness)

As mudanças só são conquistadas quando a consciência é alcançada. Por isso, é importante que a pessoa consiga perceber o que acontece na vida, tanto no que envolve os seus sentimentos, quanto no mundo exterior. Só quando ela consegue aceitar essa realidade, é capaz de buscar pela mudança almejada.

Responsabilidade

Por fim, é preciso que o indivíduo aceite e entenda que as mudanças, boas ou ruins, são baseadas nas escolhas dele. Assim, ao invés de colocar a culpa em alguém ou no universo, a pessoa passa a aceitar que o que ela está acontecendo é resultado das suas opções e ações. Só assim ela será capaz de buscar por mudanças. 

A gestalt-terapia pode ser útil em várias etapas da vida, pois ajuda a pessoa a adquirir autoconhecimento, entender que é a responsável pelo caminho que percorre e a lidar com as adversidades de maneira mais efetiva. Dessa forma, fica mais simples traçar e alcançar os objetivos.

Outro tipo de abordagem que pode ser usada na terapia é a PNL, que também pode ajudar no desenvolvimento pessoal. Saiba mais sobre a programação neurolinguística

Esse artigo foi útil?

Clique na estrela para pontuar!

Média de pontuação 5 / 5. Vote count: 1

No votes so far! Be the first to rate this post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *