Como a hiperatividade pode ser tratada com hipnose desde a infância

As crianças ativas são, socialmente, consideradas saudáveis. Dessa forma, mesmo quando a agitação vai além do esperado, às vezes a família não nota que há algo precisando de atenção. É por que isso que, muitas vezes, a hiperatividade passa despercebida na infância. 

Embora as travessuras e excesso de energia, nessa fase da vida, possam ser consideradas habituais pelos responsáveis, elas também podem atrapalhar. Uma criança hiperativa, não tratada, pode ter dificuldade em se concentrar nos estudos e até mesmo em se socializar, já que dificilmente conseguem parar quieta e focar em algo

Por isso, é importante que os responsáveis procurem um espeta para avaliar o quadro e, caso o diagnóstico de hiperatividade seja definido, é necessário escolher um tratamento. A hipnose é uma das possibilidades complementares. Saiba como!

O que é hiperatividade?

A hiperatividade acontece quando há um estado de energia excessiva. Ela pode se apresentar na forma mental, quando atinge o fluxo de pensamentos, ou motora, quando é demonstrada fisicamente. 

Todas as pessoas podem ter momentos de hiperatividade durante o dia, independentemente da idade. E isso pode acontecer sem causar nenhum tipo de problema. No entanto, dependendo de como ela se apresenta e de sua frequência, ela começa a trazer prejuízo para a vida da pessoa acometida.

Casos assim devem ser avaliados. No entanto, o diagnóstico nem sempre é simples, principalmente quando a criança é muito nova. Separar o que é “demasiado” do “normal” vai depender de algumas análises. No geral, crianças com hiperatividades, em geral:

  • são desatentas;
  • têm um desempenho ruim na escola;
  • têm dificuldade de leitura e de realizar tarefas acadêmicas.

Por fim, embora a hiperatividade possa afetar indivíduos de qualquer idade e sexo, ela é mais comumente diagnosticada em meninos.

Como a hiperatividade pode ser tratada com hipnose?

Um dos grandes problemas que a criança com hiperatividade enfrenta é a dificuldade em se concentrar em algo. A hipnoterapia pode usar técnicas que ajudem a criança a desenvolver a concentração e o foco. Tudo isso feito sem censurar a criança, de forma que apenas a ajude no desenvolvimento. 

Como trabalha com base na compreensão do problema e identificação de sua origem, a hipnose costuma ajudar a obter bons resultados. Aliada a outros métodos de tratamento, como terapêutica, a hipnose pode levar à criança e aos familiares mais qualidade de vida

A abordagem da hipnose feita com crianças

Assim como acontece nos adultos, com a criança o hipnoterapeuta visa acessar o inconsciente. No entanto, o profissional precisa estar habituado e pronto para atender crianças. 

Afinal, o mundo delas é diferente e os procedimentos também precisam ser adequados. No geral, o hipnoterapeuta foca em conversas e em explorar a ludicidade, comum da idade

Da mesma forma que acontece em outros tratamentos, o foco da hipnoterapia no tratamento da hiperatividade não é o comportamento da criança, mas a origem do problema. A hipnose sempre foca na origem e visa trabalhá-la para que, naturalmente, os resultados esperados sejam alcançados. Por isso, ela pode ser usada para:

  • melhorar quadros de hiperatividade;
  • auxilia na mudança de hábitos indesejáveis como, por exemplo, fazer xixi na cama;
  • trabalha para a eliminação de medos, fobias, traumas e estresse;
  • melhorar o relacionamento familiar ou social;
  • desenvolver habilidades de aprendizagem;
  • em casos de agressividade, ansiedade, baixa autoestima, bullying;
  • tratamento de alergia, asma, controle da dor e obesidade infantil;
  • tratamento de problemas do sono;
  • correção de hábitos não desejáveis como, por exemplo, chupar o dedo.

Além disso, a abordagem requer um cuidado ainda maior com pontos éticos. Veja algumas particularidades

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp