Como perder o medo de dirigir com a hipnose

Tempo de leitura: 6 minutos

Rate this post

Ter um automóvel na garagem é para muitos sinônimo de praticidade e liberdade. É uma conquista e tanto numa sociedade em as distâncias estão cada vez maiores. Mas e quando o automóvel ou o motorista está parado por um possível medo de dirigir?

Por ser uma atividade corriqueira, é comum que as pessoas tenham vergonha de assumir o medo de dirigir, de cometer algum erro, e acabam criando várias desculpas para si mesmos.

O tempo passa e o medo pode acabar provocando um sentimento de incapacidade, baixa autoestima e frustração.

É importante entender que um certo receio na hora de pegar no volante é comum, principalmente pra quem acabou de tirar a carteira de habilitação. O medo é uma reação comum que nos alerta e até nos impede de viver algum perigo.

O problema é que o medo impede dois milhões de brasileiros de pegarem no volante. Essa é a conclusão de uma pesquisa feita pela Associação Brasileira de Medicina de Trânsito (Abramet).

O mais assustador: 75% desse dado é representado por mulheres. O motivo mais comum é que elas são xingadas por outros motoristas e criticadas até mesmo pelos companheiros. Algumas ficam até 30 anos sem dirigir.

Existe ainda o estigma de que, para o homem, socialmente é muito mais difícil admitir que tem uma dificuldade ao volante. Por isso, muitos não procuram ajuda para tratar seus medos por uma questão cultural. 

Um absurdo, né? Como se sabe, dirigir é uma ação facilitadora da vida cotidiana, principalmente em grandes cidades. Por isso, vamos entender por que esse medo acontece e como é possível superar o medo de dirigir.

Esse medo tem nome

Muito se estudou sobre o medo de dirigir. “Amaxofobia” é o termo utilizado para definir o medo patológico de estar ou viajar em qualquer veículo.

Em alguns casos, existe uma preocupação excessiva com a possibilidade de perder o controle do carro, pensar na possibilidade de atropelar alguém, deixar o carro morrer, entre outros pensamentos.

Quem tem essa fobia pode apresentar sintomas como: tontura, tensão muscular, suor excessivo, boca seca, enjoo e até tremores.

Algumas pessoas não conseguem fazer exame de direção para tirar a CNH, ou sequer realizar as aulas. Já outras têm a carteira, um carro, mas o medo de dirigir as impedem. E existem ainda as pessoas que dirigiam normalmente, mas por conta de algum evento traumático, pararam.

O que você está perdendo 

Nem é preciso pensar muito para descobrir o quanto se perde por ter medo de dirigir. 

Pode não conseguir levar a família para algum lugar, perder algum emprego ou criar uma dependência, ou seja, precisar que alguém dirija para você. 

Há ainda a dependência de transporte público, táxi ou aplicativos de transporte. Há ainda aquele receio de passar por alguma situação de perigo ou emergência em que seja necessário dirigir, mas não se consegue.

O que desencadeia o medo de dirigir

São diversos os motivos que desencadeiam a aversão à direção de um automóvel.

O medo de dirigir se manifesta, em geral, com o sintoma de estresse excessivo. Isso se dá quando a pessoa se mostra nervosa e preocupada com a possibilidade de sofrer um acidente ou de não ser capaz de conduzir o veículo da maneira correta. 

Ou seja, a principal razão para uma pessoa ter amaxofobia está relacionado à pensamentos negativos relativos ao automóvel.

A responsabilidade e os riscos envolvidos na direção são gatilhos comuns para desencadear um processo de aversão ao automóvel, especialmente se aliados a padrões de ansiedade que a pessoa possa ter desenvolvido. 

Listamos outros motivos nos quais se pode identificar um possível desencadeador do medo de dirigir – ou até agravantes da condição. São eles:

  • Sofrer de ansiedade. Pessoas que já são ansiosas tendem a desenvolver o medo de dirigir;
  • Ter sido alvo de grosserias ou piadas por pessoas próximas quando estava aprendendo a dirigir;
  • Ter presenciado ou sofrido um acidente de carro;
  • Ter presenciado brigas de trânsito;
  • Aprender a dirigir com um instrutor de autoescola muito rigoroso e sem tato com as suas emoções; 
  • Ler ou assistir notícias sobre acidentes de trânsito;
  • Enfrentar congestionamentos frequentes, entre outros.

Tratamento com hipnose para vencer o medo

Todos esses eventos que citamos podem levar ao medo de dirigir, mas não são a causa real do problema. 

Entende-se que, para perder qualquer medo, é preciso tratar a causa do medo.

Existem muitas alternativas para tratar o medo de dirigir. Elas vão desde aulas de direção voltadas à superação do medo, com o acompanhamento profissional, às terapias mais convencionais com um psicólogo, passando pela hipnoterapia.

A hipnose tem se mostrado um excelente tratamento para o medo de dirigir, pois é uma poderosa ferramenta de autoconhecimento. Nela, partimos do pressuposto que se você não nasceu com esse medo, isso teve um motivo e pode ser tratado.

Para que o tratamento para perder o medo de dirigir seja rápido e eficiente é necessário conhecer e tratar o evento causador inicial. Em hipnose, chamamos esse evento de evento causador secundário ou evento causador final.

Nós temos a tendência de justificar os nossos problemas e explicar por que temos tal comportamento. No processo de hipnose, acessamos uma parte da nossa mente subconsciente, que armazena todas as nossas memórias e sabe especificamente qual ou quais foram os eventos que, por exemplo, nos impedem de dirigir.

As causas que podem ter ocorrido para que você tenha medo de dirigir podem ser inúmeras, afinal, cada pessoa tem uma história de vida e o modo como cada um interpreta o evento é diferente. 

Ao lidar com o subconsciente, a hipnoterapia permite que você aceite enfrentar o medo com menos resistência, rompendo com os automatismos enraizados e naturalizados pela sua mente.

Com a hipnose é possível aprender a ter mais paciência consigo mesmo, aceitar os erros, se cobrar menos e valorizar mais as conquistas.

Além disso, com a hipnoterapia é possível realizar o processo de regressão ao trauma, identificando as razões que levaram ao aparecimento da fobia. Assim, é possível desarmar os gatilhos que trazem a ansiedade, gerando uma melhora significativa ao medo de dirigir.

Seja qual for a sua situação, se você tem medo e não dirige, saiba que é possível vencê-lo. Veja mais sobre como utilizar a programação neurolinguística para curar fobias!