3 passos para aprender hipnose

Tempo de leitura: 6 minutos

Rate this post

Você se interessa no assunto e quer saber como aprender hipnose? Quer se tornar um hipnoterapeuta ou só fazer hipnose de rua, como forma de entretenimento?

Para você que está perdido e não sabe por onde começar essa empreitada, eu vou apresentar, a seguir, algumas orientações de onde e como aprender hipnose.

Continue com esta leitura se você deseja dominar essa técnica e gerar o transe hipnótico nos seus voluntários!

Os primeiros passos

Aprender hipnose não é uma atividade que exige pouca prática e, tampouco, que se domine da noite para o dia. Por ser uma técnica que vai muito além dos truques de hipnotismo, a pessoa interessada deve trabalhar em múltiplas frentes para garantir a eficácia dos métodos aplicados e, claro, a colaboração dos voluntários.

Isso porque a hipnose é vista, hoje em dia, também como uma metodologia terapêutica, capaz de influenciar uma série de comportamentos dos indivíduos. Não à toa, ela é aplicada para o tratamento de vícios e, até mesmo, de algumas patologias físicas — como é o caso da síndrome do intestino irritável.

É por isso que as dicas a seguir vão focar na preparação de um futuro hipnólogo, com orientações para que você entenda eu processo, em si, mas que identifique a relevância da atividade em tempos atuais.

Os 3 passos para aprender hipnose

Abaixo, eu separei alguns dos canais que mais têm contribuído com a revelação e o desenvolvimento de ótimos profissionais do ramo. Veja quais são os principais passos para aprender hipnose!

1. Assista a muitos vídeos e/ou tutoriais no YouTube

Pode procurar: a rede social favorita de quem consome vídeos está recheada de conteúdo de qualidade sobre a hipnose.

Eu mesmo tenho um canal no YouTube — é só clicar para acessar o canal do professor de psicologia e hipnose Alberto Dell’Isola — com dicas e apresentações gratuitas para quem tem gosto pela técnica e deseja aprender hipnose.

Para facilitar a absorção desses conteúdos multimídia, abaixo eu reuni alguns pontos de atenção antes de você assistir aos vídeos. São eles:

  • entenda o que é o loop hipnótico, facilitando a compreensão sobre o processo de hipnose e como transferir um fenômeno para outro — como exemplo, posso citar a transição dos primeiros testes, com os voluntários;
  • passe a praticar as pseudo-hipnoses, que são os testes acima citados. Como exemplo, posso citar o dedo magnético, a memória muscular, as mãos e/ou os olhos colados etc.;
  • avalie a instalação do signo-sinal e, então, o processo de ancoragem.

Caso você já entenda um pouco sobre aprender hipnose e como aplicá-la, deve ter reparado que esse é um passo a passo bastante simplificado, mas efetivo, da técnica.

São questões complementares, portanto, e que ajudam no seu desenvolvimento. Confira, a seguir, um exemplo interessante que tenho no meu canal:

Veja aqui um tutorial sobre a etapa de pré-talk na hipnose!

2. Leia livros

3 passos para aprender hipnose

Aprender por meio da leitura pode te dar um entendimento mais profundo sobre como aprender hipnose. E se trata de uma das principais fontes sobre o assunto, considerando que era o meio de comunicação mais utilizado, até o advento da internet, para o aprimoramento da técnica.

O interessante, aqui, é que você pode se aprofundar tanto na teoria e contextualização histórica da hipnose quanto em abordagens, técnicas e outros efeitos práticos de sua aplicação. O que, consequentemente, torna você em uma pessoa especialista no assunto gradualmente.

Abaixo, resgatei uma bibliografia completa — com autores nacionais e internacionais — para você aprender hipnose sob diversas perspectivas, como:

  • Hipnose Clínica na Prática, de Marlus Vinícius;
  • Street Hypnosis Sem Segredo, de Michael Arruda;
  • Hypnotherapy, de Dave Elman — um dos grandes nomes do gênero.
  • O Hipnotismo — Psicologia, Técnica e Aplicação, de Karl Weissmann;
  • O Hipnotismo  —  Seu Poder e Sua Prática, de Peter Blythe;
  • Hipnotismo Prático, de Ernest Roth;
  • Hipnose Não Existe? Monstros e Varinhas de Condão, de Steven Heller, Ph.D. e Terry Lee Steele
  • Hipnose  —  Alterando e Desenvolvendo a Consciência, de Alcimar José Vidolin;
  • Hipnose para Iniciantes, de William W. Hewitt;
  • Hipnose para Além do Mito do Transe, de James Tripp.

São obras que vão desde os princípios básicos da técnica às questões mais complexas. Entretanto, é importante abrigá-los no mesmo espaço porque aprender hipnose, como adiantado no início do artigo, é um processo.

E, como tal, o aprendizado é um caminho lógico e linear que vai levar o seu interesse a novas camadas, perspectivas e assuntos dentro do contexto de hipnose.

3. Faça um curso de hipnose

Partindo para o aspecto prático, o curso de hipnose (presencial ou on-line) é uma possibilidade mais abrangente e adaptável aos seus interesses e necessidades.

Afinal de contas, a imersão no conteúdo tende a ser maior, facilitando a compreensão com base em uma metodologia e bibliografia previamente selecionadas para garantir que você possa aprender hipnose.

Sem falar na diversidade de cursos que se acumulam no mercado, hoje em dia. Caso você queira entender, definitivamente, o que é a hipnose e para que serve, há como buscar esse tipo de especialização da mesma maneira que você pode encontrar um curso focado nos aspectos terapêuticos da técnica.

Os pontos de consideração para encontrar o melhor curso

Para aprender hipnose, sua responsabilidade é tão ampla quanto diversificada: há como buscar um caminho autônomo, em que você vai aprender por conta própria, mas o auxílio profissional é determinante nesse processo.

Só que a escolha de um bom curso deve ser feita com planejamento para facilitar a tomada de decisão. Para isso, abaixo eu vou apontar quais pontos você deve levar em consideração ao escolher um curso de hipnose:

  • procure por profissionais experientes, já consolidados no ramo. Isso gera mais segurança na identificação de profissionais que, realmente, conheçam o processo e ajudem você a aprender hipnose;
  • avalie a carga horária e programática do curso. Por meio delas, você vai entender o tempo dedicado a cada atividade e, principalmente, os pontos que serão abordados. Algo crucial para a sua escolha;
  • identifique aulas que prezem o aspecto prático da hipnose. Afinal de contas, muito do processo é exercitado continuamente até que você tenha, de fato, experiência em hipnotismo.
  • Além disso, minha recomendação final é que você encontre um curso que permita a você o contínuo aprendizado — seja por atividades complementares ou conteúdos de qualidade na página do profissional (como o blog ou mesmo o YouTube).

Isso tudo garante que você tenha um aprendizado contínuo. E, caso queira dar um passo além na sua decisão, aproveite para dar uma conferida no meu curso para aprender hipnose de uma vez por todas! Um manual prático e completo para você se especializar nessa técnica secular!

Aprenda hipnose do zeroPowered by Rock Convert