Traumas emocionais: perguntas e respostas para entender melhor o assunto

Tempo de leitura: 4 minutos

0
(0)

Os traumas emocionais são causados por eventos que deixam sentimentos e sensações ruins armazenados na mente. Isso pode acontecer, por exemplo, quando a pessoa é vítima de assalto, abuso ou sofre um acidente.

Quando não há um tratamento adequado, como terapia ou hipnoterapia, os traumas podem trazer limitações para a vida cotidiana. Afinal, o medo, resultante dos traumas emocionais, pode impedir, mesmo que de forma inconsciente, que a pessoa realize uma atividade ou ação. Isso pode prejudicar, não apenas a vida pessoal, mas também profissional.

Conheça mais sobre os traumas emocionais e sane todas as suas dúvidas sobre o assunto neste guia que preparamos a seguir! 

O que são traumas emocionais?

Traumas emocionais são experiências ruins e dolorosas que levam o indivíduo a criar uma memória traumática. Dessa forma, a pessoa pode armazenar imagens, sentimentos e/ou sons que foram vivenciados no momento em que o trauma foi criado.

Depois disso, sempre que ela é submetida a algo que faça com que relembre o evento, as sensações ruins voltam. Assim, podemos dizer que os traumas emocionais deixam uma série de gatilhos mentais do indivíduo.

Traumas emocionais: 5 perguntas e respostas

Quais são os sintomas de quem está traumatizado?

Sempre que a pessoa tem contato com algo que remeta ao evento que a deixou traumatizada, ela pode desenvolver alguns sinais. Eles podem ser psicológicos ou físicos. Dentre os mais frequentes estão: 

  • taquicardia;
  • tremores;
  • alteração na pressão arterial;
  • sudorese;
  • confusão mental;
  • pensamentos negativos;
  • dificuldade de concentração;
  • dificuldade para tomar decisões;
  • paranoia.

Quando isso acontece, a pessoa tem a sua capacidade cognitiva afetada. Afinal, ela deixa de conseguir tomar decisões baseadas na razão e passa a reagir de acordo com os traumas emocionais que carrega.

Dessa forma, pode ter o seu comportamento natural alterado. Além disso, quando o indivíduo é exposto a um gatilho, pode ter diversas sensações despertadas. Dentre elas:

  • ansiedade;
  • apreensão;
  • desamparo;
  • desespero;
  • tristeza;
  • culpa;
  • pânico;
  • irritabilidade;
  • raiva, entre outros.

Quais eventos aumentam a chance de desenvolver um trauma emocional?

Há vários eventos que podem deixar a pessoa com sentimentos e sensações ruins gravadas na mente. Dentre eles:

  • abuso sexual ou estupro;
  • ataque físico;
  • assalto, sequestro, ataque terrorista, tortura;
  • encarceramento;
  • desastres naturais;
  • acidentes automobilísticos;
  • receber o diagnóstico de uma doença grave;
  • separação conjugal;
  • perda de entes queridos;
  • aborto espontâneo;
  • mudanças drásticas na vida;
  • sofrimento ou testemunho de violência;
  • situações embaraçosas;
  • alienação parental;
  • abandono;
  • relacionamentos abusivos;
  • intimidação como, por exemplo, ser vítima de pai alcoólatra, de mães narcisistas ou sofrer violência doméstica;
  • exposição a situações insalubres.

Como lidar com alguém que sofreu um trauma?

Pessoas com traumas emocionais, afetadas por um gatilho, podem entrar em um estado mental que a “paralisa”. É como se ela estivesse sempre presa ao evento traumático. Com o tempo, ela tende a se tornar insegura e instável emocionalmente

Por isso, quem lida com uma pessoa que é vítima de trauma precisa ter paciência e estar pronto para ouvir. O indivíduo tem que se sentir acolhido e nunca confrontado. Além disso, é indicado sugerir que essa pessoa procure ajuda profissional, para que o trauma possa ser ressignificado.

E o contrário? Como superar um trauma?

Para vencer os traumas emocionais é preciso superar o evento negativo que causou as sensações ruins. Quando isso acontece, a pessoa deixa de ser afetada pelas lembranças e pelas emoções desagradáveis que carrega.

No entanto, conseguir superar esses traumas sozinho nem sempre é possível. Por isso, muitas vezes, é preciso procurar ajuda profissional e realizar terapia ou hipnoterapia.

Como a hipnose pode ajudar um paciente traumático?

A hipnoterapia pode ajudar a pessoa a superar um evento traumático, por agir diretamente na mente humana.  Por meio dela, é possível conseguir separar os sentimentos ruins dos fatos ou ressignificar o trauma vivido. Assim, a pessoa pode passar a responder melhor às mais diversas situações.

A hipnose pode ser usada em pessoas de diferentes idades e costuma ter um resultado rápido. Ela também pode trabalhar o autoconhecimento e ajudar o indivíduo a ser autoconfiante. Dessa forma, além de colaborar com o tratamento e com a cura dos traumas emocionais, pode ajudar a pessoa tratada a conquistar mais qualidade de vida. 

Além disso, por meio da hipnose a pessoa consegue desenvolver a inteligência emocional. Saiba mais sobre ela

Esse artigo foi útil?

Clique na estrela para pontuar!

Média de pontuação 0 / 5. Vote count: 0

No votes so far! Be the first to rate this post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *