Terapia regressiva: tudo o que você precisa saber sobre regressão

Tempo de leitura: 4 minutos

A terapia regressiva, apesar de ser muito utilizada no âmbito terapêutico, ainda gera dúvidas sobre o real funcionamento. Afinal, para que ela é usada e quais os seus reais benefícios para quem recorre a ela? 

De modo simples, esse tipo de tratamento visa ajudar a encontrar a origem de alguns problemas por meio da volta a um momento do passado

Esse tipo de terapia pode voltar a momentos da sua vida presente ou até mesmo de outras vidas, como na terapia de vidas passadas. Independente de para onde você volte, a intenção é entender fatos que tenha ocorrido e que refletem no seu presente. 

Neste artigo vamos abordar tudo o que você precisa saber sobre a regressão, continue lendo e confira!

O que é a terapia regressiva?

A terapia regressiva é um método que visa entender como fatos do passado estão influenciando o seu presente. Assim como na hipnose busca entender a origem de algum distúrbio para então tratá-lo. A diferença é que para fazer sessões de regressão não necessariamente precisa de hipnotizar o paciente. 

Da mesma forma que a hipnose nem sempre é necessário voltar a um momento passado para descobrir a origem de algum trauma. 

Da mesma forma que a hipnose de modo geral deve ser feita por profissionais treinados e com um preparo correto, acontece com a terapia regressiva. Nesse caso, o profissional precisa ainda mais de preparo. Afinal, é necessário lidar com várias variável durante o tratamento, inclusive com as memórias falsas

Como a terapia regressiva funciona?

Primeiramente, o hipnólogo precisa estar qualificado para fazer a terapia regressiva em seus pacientes. Um dos motivos de controvérsia sobre esse tratamento é exatamente ser feito por profissionais que não estão qualificados. Por outro lado, mesmo dividindo opiniões das áreas médicas, essa é uma técnica muito usada para tratar traumas. 

O foco da terapia regressiva é tratar os distúrbios que podem atrapalhar o bem estar e a qualidade de vida. Já que existem casos que em um primeiro momento o paciente não consegue entender o que está causando seus problemas. E depois de sessões de regressão passam ver a origem do trauma e assim conseguir trabalhar maneiras de superá-las. 

Os métodos utilizados vão além da hipnose em si. Existe uma busca por aceitar o que está escondido na memória e muitas vezes reprimimos. Mas quando aceitamos entender o que essas memórias querem dizer é mais fácil de fazer as pazes com elas. Logo, tem consequências positivas no presente. 

Com o tratamento de terapia regressiva é possível tratar problemas como depressão, ansiedade, fobias, ataque de pânico, entre outros.

Por outro lado, é preciso ressaltar que essa é uma terapia que pode voltar a qualquer ponto do passado, não necessariamente a outras vidas. A origem dos traumas do presente podem estar em qualquer momento da vida, seja 10, 20 anos atrás, assim como pode ser a um ano atrás. 

Por exemplo, uma pessoa que passou por uma situação de se perder na multidão. Pode ser que no momento do acontecimento ela não desenvolve nada. Mas depois de dois anos do ocorrido ela não consiga ficar em lugares mais cheios. Pelo tempo que se passou ela pode não lembrar que se perdeu um dia na multidão. Assim, com a terapia regressiva pode acessar essas memórias e conhecer a origem de seu trauma. 

Qualquer um pode fazer terapia regressiva?

Antes de mais nada, o profissional deve levar em consideração a crença do paciente e se ele está disposto a fazer a terapia regressiva. Por exemplo, uma pessoa que não acredita em vidas passadas pode ser mais resistente a essa terapia do que quem acredita

Ainda assim, quando um paciente pergunta a sua opinião sobre a técnica é necessário cautela na resposta. Não leve a sua crença em questão, mas sim a do seu paciente, trabalhando sempre dentro dos limites dele. Se o paciente não acredita em vidas passadas, o trabalho é feito regressando a momentos passados da vida atual, por exemplo. 

Por outro lado, existem situações que durante as sessões o hipnoterapeuta sente a necessidade de introduzir a terapia de regressão. Nesse caso, se o paciente for cético, primeiro é preciso que explique o porquê da regressão e suas possibilidades dentro do tratamento. Se ainda assim o paciente não tiver interesse, não force, pois isso pode abalar a sua credibilidade. 

De modo geral a terapia regressiva utiliza diversos métodos e abordagens, podendo ajudar em solução de muitos traumas e distúrbios. Neste artigo você pode entender como pode ser empregada no tratamento de comportamentos destrutivos.

Esse artigo foi útil?

Clique na estrela para pontuar!

Média de pontuação / 5. Vote count:

No votes so far! Be the first to rate this post.