Controle da Diabetes: como a hipnose pode ajudar?

Tempo de leitura: 5 minutos

3.5
(2)

O número de diabéticos no Brasil aumentou. Um estudo do Ministério da Saúde mostra que a prevalência dessa doença passou de 5,5% para 7,4% entre 2006 e 2019. Isso reforça ainda mais a importância da busca por técnicas que auxiliem no controle da diabetes e a evitar a doença. 

Além dos medicamentos, dieta adequada e realização dos exercícios físicos, o cuidado com a mente também pode ajudar no tratamento da doença. É nesse ponto que a hipnose pode ajudar no controle da diabetes. 

Saiba mais sobre a doença e como a hipnoterapia pode ser aplicada. Continue a leitura para entender!

Controle da diabetes: entenda a doença

Quando o organismo da pessoa passa a produzir menos insulina do que ela precisa, a taxa de glicose no sangue aumenta. A essa doença é dado o nome de diabetes. 

A insulina, nada mais é, do que um hormônio, que é responsável por quebrar as moléculas de glicose, possibilitando que ela seja transformada em energia para o corpo. Dessa forma, ela também é a responsável por regular a quantidade de “açúcar” que está presente no sangue. 

Assim, quando a pessoa tem a doença e não realiza o controle da diabetes, a quantidade de glicemia no sangue pode ficar alta. Consequentemente, ela pode desenvolver: 

  • problemas arteriais;
  • doenças cardíacas;
  • doenças nos olhos;
  • problemas nos rins e nos nervos. 

Quando o tratamento não é realizado, todas essas alterações acabam ficando mais graves e podem levar a pessoa à morte. 

Tipos de diabetes

Essa doença pode se apresentar de diversas formas, mas as diabetes tipo 1 e tipo 2 são as mais comuns. Vale lembrar que, embora a doença não seja transmissível, ela pode ser hereditária. Dessa forma, quem tem pais diabéticos têm maiores chances de desenvolver a doença. 

No Brasil, cerca de 90% das pessoas diagnosticadas têm a doença tipo 1, que é mais comum em adultos, embora possa acometer crianças. As pessoas com a doença precisam fazer uso de medicamento diário ou, em alguns casos, de insulina. 

Embora a causa da diabetes tipo 1 ainda não tenham sido determinadas, praticar hábitos de vida saudáveis é o indicado para a prevenção. Dentre eles:

  • alimentação equilibrada;
  • atividades físicas;
  • evitar o consumo de bebidas alcoólicas;
  • não fumar ou usar outras drogas.

Resumidamente, quando o caso é de diabetes tipo 1 os principais sintomas são:

  • perda de peso;
  • fraqueza;
  • fadiga;
  • fome frequente;
  • sede constante;
  • vontade de urinar várias vezes ao dia;
  • alterações de humor;
  • enjoo e vômito.

Pré-diabetes 

Antes de chegar a um quadro de diabetes, a pessoa pode ser identificada como pré-diabética. Isso acontece quando os níveis de glicose no sangue estão alterados, mas não tão altos a ponto de dizer que a pessoa já desenvolveu a doença.

No geral, o quadro de pré-diabetes é encontrado em pessoas hipertensas, obesas com com alterações nos lipídios. Quando esse quadro é diagnosticado e a pessoa muda hábitos de vida, a doença pode ser evitada. 

Porém, segundo o Ministério da Saúde, metade das pessoas que são diagnosticadas como pré-diabéticas acabam desenvolvendo a doença. A dificuldade de mudança de hábitos pode estar dentre as principais causas. 

Diabetes x hipnose 

Como a hipnose pode ajudar no controle da diabetes de mais de 422 milhões de pessoas acometidas em todo o mundo? Como você pôde observar, o estilo de vida influencia muito, tanto no desenvolvimento da doença, como no controle dela. 

Para equilibrar a taxa glicêmica é preciso adotar novos hábitos de vida. Alimentação correta, exercício físico e perda de peso, quando for o caso, estão dentre as indicações. Contudo, a mudança no estilo de vida não é algo simples.

Há fatores emocionais que podem influenciar, diretamente, nas suas ações e hábitos diários. É nesse ponto que a hipnose pode ajudar no controle da diabetes ou até a evitar que um pré-diabético desenvolva a doença. 

Quando uma pessoa é submetida à hipnoterapia, ela pode ressignificar traumas que estejam causando comportamentos não indicados e que possam levar ao desenvolvimento de doenças devido ao desequilíbrio orgânico. Dessa forma, a hipnose entra para ajudar a pessoa a mudar a maneira como vê a vida e como a leva diariamente, de forma a tornar seus hábitos mais saudáveis. Tratar a mente para ter um corpo são. 

Quando submetida à hipnose, a pessoa consegue reduzir a ansiedade, por exemplo. Muitas vezes, a alimentação desregrada é consequência de um quadro de ansiedade que, quando tratado e estabilizado, ajuda a pessoa a ter maior controle do que, quando e quanto come.

No momento em que isso acontece, a alimentação equilibrada pode levar à perda de peso e, consequentemente, ao controle da diabetes. Além disso, com a hipnoterapia é possível aceitar melhor a necessidade da realização de exercícios físicos, a parar de fumar e até de beber. Isso também é muito positivo para que o equilíbrio do organismo seja encontrado e o controle da diabetes possa ser conquistado. 

Medicina x hipnose

Por fim, é válido ressaltar que embora o uso da hipnose como aliada da medicina tradicional ainda não seja muito usada, ela é aceita e regulamentada. Ter a hipnoterapia como aliada no tratamento de diversas doenças, dentre elas a diabetes, pode ajudar a pessoa a vencer a fase de adaptação e melhorar as condições de vida.

Dentre as causas mais comuns, que estão ligadas ao desenvolvimento dessa doença, está a obesidade. Veja como a hipnose pode ajudar nesses casos!

Esse artigo foi útil?

Clique na estrela para pontuar!

Média de pontuação 3.5 / 5. Vote count: 2

No votes so far! Be the first to rate this post.

Curso virtual de auto-hipnosePowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *