Qualidade de vida e hipnose: como associá-los em diferentes momentos da vida

Tempo de leitura: 7 minutos

Rate this post

Alguns mudam de cidade em busca de qualidade de vida, enquanto outros buscam por um novo emprego. Há quem case, faça esportes ou altere a alimentação, sempre em busca de se sentir melhor. Esses passos são alguns dos indicados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e podem ajudar.

Além deles, é preciso cuidar da mente e é neste ponto que a hipnose entra como solução. Afinal, mesmo com todas as melhorias trazidas pelas caminhadas matinais ou pelas ingestão de frutas, a mente ainda guarda lembranças. Traumas, perdas de pessoas queridas e até desilusões amorosas são guardados no subconsciente. Essas lembranças podem afetar e até prejudicar a vida.

Dessa forma, se você procura por qualidade de vida, precisa cuidar da mente. Veja como a hipnose pode ser útil para crianças, adolescentes adultos ou idosos! 

O que é qualidade de vida?

A OMS diz que qualidade de vida é “a percepção do indivíduo de sua inserção na vida, no contexto da cultura e sistemas de valores nos quais ele vive e em relação aos seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações”.

Dessa forma, podemos dizer que além do bem-estar físico, para ter qualidade de vida é preciso cuidar do emocional, da mente. Relacionamento com amigos, parentes, colegas de trabalho e até com os vizinhos influenciam diretamente na qualidade de vida. 

Assim, se você está em busca de qualidade de vida procure por

  • alimentação saudável, sem bebidas alcoólicas ou cigarro; 
  • tenha férias, descanse diariamente e não leve serviço para casa; 
  • faça algum exercício, nem que seja apenas 30 minutos de caminhada diária;
  • passeie ao ar livre e receba sol diariamente, mas sempre no final da tarde ou pela manhã bem cedo;
  • cuide da mente. 

Fatores que impactam a qualidade de vida 

Agora que você já compreendeu que há muitos fatores que interferem em sua qualidade de vida, é importante conhecer alguns deles. Abaixo você vai encontrar uma lista básica e, provavelmente, conseguirá identificar alguns fatores que podem estar prejudicando a sua qualidade de vida. Confira! 

Muito trabalho

A pressão no ambiente laboral é um verdadeiro problema para a qualidade de vida. Isso torna-se ainda pior quando a pessoa leva serviço para casa ou não poupa esforços para fazer horas extras. 

Há também quem, em busca de uma renda extra, use as horas de folga para realizar outros trabalhos. Dessa forma, fica sem tempo para descansar o corpo e a mente. 

Violência 

O medo de ser assaltado ou de ser vítima de qualquer outro tipo de crime também afeta a qualidade de vida. Afinal, as pessoas passam a viver tensas e estressadas. Como consequência, muitas vezes, têm problemas para dormir ou até para conviver socialmente.

Estresse

Primeiramente, saiba que sedentarismo, cobrança, problemas financeiros são algumas das causas de estresse. Além disso, desde um grande congestionamento, até uma discussão familiar se acumulam ao longo do dia. Isso, aliada a uma rotina de vida sedentária, leva a um estresse crônico.  

Alimentação

Além de tudo que já falamos, ainda há trabalhos que oferecem pouco tempo para que o colaborador se alimente na hora do almoço. 

Dessa forma, muitas vezes as pessoas deixam a alimentação equilibrada e optam por um lanche. Afinal, é mais rápido e prático. Contudo, a alimentação incorreta é uma das atitudes que prejudica a qualidade de vida. 

Dormir pouco

Quantas horas por noite você dorme? Há quem não encontre tempo nem para dormir bem. Afinal, depois de quatro ou cinco horas de sono a pessoa precisa se levantar, levar crianças na escola e correr trabalhar. Consequentemente, a falta de um sono tranquilo afeta o organismo, prejudica a concentração e a qualidade de vida

Como a hipnose ajuda a ter qualidade de vida

Saiba que toda a carga de estresse e os traumas que uma pessoa carrega afetam diretamente a qualidade de vida. Por isso, é importante saber que a hipnose pode ajudar a mudar esse cenário. Veja como ela pode ser interessante para cada fase da vida. 

Na infância 

Timidez, dificuldade de concentração nos estudos ou até de interagir com os coleguinhas, por exemplo, podem acometer crianças. Além disso, muitas delas passam por situações traumáticas como, por exemplo, a perda de alguém querido. Por isso, acabam tendo problemas emocionais. 

Todos esses problemas podem ser tratados com a ajuda da hipnose para crianças. As sessões ajudam os pequenos a passarem por essa fase de transformação e aprendizado de maneira mais suave. Dessa forma, a hipnose em crianças pode ser usada para casos como: 

  • timidez, habilidades sociais;
  • tiques nervosos;
  • hábito de roer ou coçar, enurese (xixi na cama), chupar o dedo;
  • gagueira, reclusão;
  • medo de dentista, bruxismo;
  • traumas;
  • dificuldade com relacionamentos com os coleguinhas;
  • hiperatividade/tdah;
  • medos, fobias, baixa autoestima, pesadelos;
  • distúrbios de comportamentos, roer unhas, agressividade;
  • dores de cabeça/enxaquecas, rinite, alergias, asma;
  • stress, ansiedade em provas;
  • distúrbios de sono;
  • distúrbios alimentares;
  • problemas na escola como insegurança para falar na frente da sala;
  • casos de bullying;
  • aperfeiçoamento de habilidades de fala e escrita;
  • melhoria de dislexia e discalculia;
  • dificuldade de memória, concentração, criar hábitos de estudo;
  • ansiedade e fobia da escola.

Na adolescência

A adolescência também é uma fase de transformações e, no geral, a transição para a fase adulta é cheia de desafios. Afinal, o final dos estudos, a necessidade de aprovação no vestibular e até mesmo o fato de pensar que terá que trabalhar causam estresse. São muitas mudanças, incluindo as hormonais, que podem afetar a qualidade de vida. 

Assim, a hipnose pode ser útil nesta etapa para: 

  • alterar comportamentos resultantes de traumas, medos ou fobias;
  • controlar a ansiedade, depressão ou pânico;
  • ajudar a ter foco nos estudos para a aprovação no vestibular
  • aumentar a autoestima;
  • reduzir os sintomas de alergias;
  • melhora casos de gagueira de cunho emocional.

Na vida adulta 

Para os adultos, a hipnose pode ajudar as pessoas a terem qualidade de vida ao tratar seus medos ou traumas. Além disso, pode ser usada para:

  • obter o autoconhecimento;
  • desenvolver o autocontrole;
  • controle da obesidade;
  • tratamento de alcoolismo e tabagismo;
  • diminuir a ansiedade e o estresse;
  • melhorar a memória, a concentração e o foco no trabalho;
  • controlar dores físicas e emocionais;
  • superar fobias;
  • melhorar o sono, aliviar a dor, tratar problemas sexuais

Na terceira idade 

Primeiramente, pense que na terceira idade a pessoa precisa lidar com situações que nem sempre são fáceis de conviver. A aposentadoria pode até ser o sonho de muitos, mas torna-se um problema quando a pessoa passa a se sentir inútil.

Além disso, há também as doenças mentais que são frequentes, além das limitações físicas trazidas pela própria idade. Dessa forma, tudo isso pode afetar a mente e causar casos como os de depressão, por exemplo. Em suma, a hipnose pode ajudar a tornar a terceira idade mais agradável. Assim, ela pode ajudar na:

    • diminuição da dor;
    • redução da ansiedade;
    • melhorar a saúde sexual;
    • tratar a depressão;
    • controlar vícios;
    • superar fobias;
    • melhorar a autoestima;
    • superar traumas ou sentimentos ruins;
    • recuperar de memórias suprimidas.

Em suma, atualmente a hipnose já é aceita e usada para auxiliar nos tratamentos médicos. Saiba mais sobre o seu uso na medicina.

Esse artigo foi útil?

Clique na estrela para pontuar!

Média de pontuação / 5. Vote count: