Baixa libido: como a hipnose influencia o desejo sexual

Tempo de leitura: 3 minutos

0
(0)

Você sabia que baixa libido e outros problemas de ordem sexual podem estar ligados a fatores psicológicos? Questões emocionais são a causa de 70% das disfunções eréteis, por exemplo. 

Já o estresse está diretamente ligado à baixa libido e, por isso, pode acabar acometendo homens e mulheres de todas as idades. 

Seja como for, assumir o controle da sua mente é o caminho para mudar essa realidade. Veja como a hipnose pode ajudar! 

Baixa libido x estresse

Seja por um problema familiar, questões financeiras ou até mesmo cobranças no emprego, o estresse parece fazer parte da rotina de muitas pessoas. Estudos mostram que 70% dos trabalhadores sofrem com o estresse e isso vai muito além de ficar nervoso.

Uma pessoa estressada não tem só a angústia. Ela também recebe toda a sua carga mental em seu sistema fisiológico. Com isso, desenvolve sintomas como: 

  • alergia na pele;
  • gastrite;
  • queda de cabelo;
  • baixa imunidade;
  • bruxismo;
  • sudorese;
  • dores pelo corpo;
  • insônia;
  • aumento da pressão arterial;
  • baixa libido. 

Por que o estresse provoca baixa libido? 

Uma pessoa estressada recebe interferência no sistema nervoso autônomo simpático e parassimpático. Na mulher, o sistema nervoso simpático é o responsável por aumentar a quantidade de muco, que facilita a penetração. Já no homem ele é responsável pela ereção e pela ejaculação. 

Quando a pessoa está estressada, há um desequilíbrio entre os sistemas nervoso parassimpático e simpático. O simpático passa a trabalhar mais e pode causar desconforto durante a relação sexual. A baixa libido aparece como consequência dessa dificuldade de ter uma relação e, dessa forma, o estresse interfere no desejo.

Depressão x libido 

A depressão também está diretamente ligada à baixa libido. Um estudo mostra que 70% das pessoas depressivas têm esse como um dos sintomas. Isso pode ser explicado pelo desinteresse em viver, que uma pessoa depressiva pode apresentar. 

Claro que fatores hormonais precisam ser investigados pelos médicos, mas é frequente que a baixa libido esteja ligada a algo da ordem psicológica. Outros fatores que também podem influenciar para que isso aconteça são:

  • baixa autoestima;
  • insegurança;
  • não ter confiança no(a) parceiro(a);
  • carência afetiva.

Quando a depressão ou outro fator influencia no desejo sexual, além de medicação, prescrita por um especialista e que possa ajudar no tratamento da depressão, a hipnoterapia pode ajudar.

Como a hipnose pode ajudar?

A hipnose pode auxiliar no tratamento da ansiedade e da depressão. Além disso, pode ajudar a pessoa a desenvolver a autoestima, bem como a ser mais confiante e segura de si. Como visto, todos esses problemas podem estar ligados à baixa libido. 

Além disso, a hipnose pode ser usada para melhorar o relacionamento do casal ou até para encontrar as possíveis causas, que estão levando a pessoa a desenvolver o desinteresse pelo sexo

Claro que, para que tudo isso possa ser feito, o hipnoterapeuta precisará mapear as causas da baixa libido no cliente. Assim, poderá identificar a melhor maneira de tratá-las, sejam elas com a necessidade do desenvolvimento da autoestima ou até pela ressignificação de um trauma vivido. 

Por meio da hipnose, é possível mudar a atitude mental para deixar as possíveis causas no passado e desenvolver em sua mente a vontade de trocar carinho com o parceiro. Por fim, ao ter uma mente forte e equilibrada, a pessoa aprende a não deixar que frustrações cotidianas interfiram em sua saúde sexual. 

Vale lembrar que, muitas vezes, a baixa libido está ligada ao um problema conjugal, ou seja, de relacionamento. Seja por não confiar no parceiro ou por brigas recorrentes, as pessoas perdem o interesse. A hipnose pode trabalhar isso. Veja como funciona a terapia de casal.

Esse artigo foi útil?

Clique na estrela para pontuar!

Média de pontuação 0 / 5. Vote count: 0

No votes so far! Be the first to rate this post.