Comunicação terapêutica: como estabelecer uma boa relação com os pacientes

Tempo de leitura: 3 minutos

5
(1)

Para realizar um bom atendimento, é preciso estar preparado para ouvir e para se fazer entender. É isso que orienta o que é chamado de comunicação terapêutica, que visa melhorar a troca de informações entre profissional e pacientes.

Embora seja essencial, nem sempre é fácil para o profissional aplicá-la em seu dia a dia. Afinal, é preciso desenvolver algumas técnicas de comportamento e de fala, para se preparar e atender aos clientes.

Conheça mais sobre a comunicação terapêutica e veja dicas de como desenvolvê-la.

O que é a comunicação terapêutica?

A chamada “comunicação terapêutica” é a maneira correta de aplicar a interação entre profissional da saúde e paciente. Ela tem como meta tornar o diálogo mais eficiente, de forma que o paciente se sinta amparado e, ao mesmo tempo, receba e entenda as orientações. Afinal, cabe ao profissional da saúde ensinar sobre:

  •  a doença;
  • o tratamento;
  • as possíveis alterações no estilo de vida que sejam necessárias;
  • os processos de transição da doença;
  • as alterações referentes à adaptação e às dificuldades.

Dessa forma, a comunicação terapêutica requer que o profissional use técnicas e habilidades que auxiliem as pessoas a resolverem os seus problemas. Elas também possibilitam melhorar o relacionamento entre o profissional e o paciente.

Embora seja muito positiva e necessária, a comunicação terapêutica requer determinadas competências do profissional como, por exemplo:

  • capacidade de escuta;
  • disponibilidade;
  • aceitação;
  • facilidade de desenvolver um diálogo;
  • comportamento amigável durante a conversa;
  • vocabulário simples;
  • empatia.

Vale lembrar que uma interação adequada, com o uso de comunicação verbal e não-verbal, é um dever de qualquer profissional de saúde que atue diretamente com pessoas. O sucesso do seu trabalho vai depender muito da sua capacidade de ouvir e de transmitir a informação.

Como estabelecer uma boa comunicação terapêutica? 

O profissional da saúde deve estar em constante aprendizado. Isso vale não apenas para as possibilidades de tratamento, mas também nos ajustes necessários no próprio comportamento para atender melhor. 

O mesmo vale para o desenvolvimento da comunicação terapêutica. Novas técnicas devem ser aprimoradas, e a busca por compreender e se fazer entender deve ser constante. Veja algumas dicas.

Aprenda a falar de forma simples e agradável

Muitas vezes, o profissional da saúde precisa explicar uma situação mais complexa ao paciente. Para isso, em seu dia a dia, costuma usar diversos termos técnicos, quando dialoga com colegas de trabalho.

No entanto, o paciente provavelmente não está familiarizado com o vocabulário técnico. Afinal, ele não é da área. Por isso, é importante que o profissional se policie e fique atento para usar palavras simples. A ideia é fazer-se entender! 

Cuidado com o tom de voz

Além disso, é função do profissional da saúde convencer a pessoa a aceitar e realizar o tratamento proposto. Assim, é necessário desenvolver a capacidade de persuasão. Nesse ponto, é necessário estar pronto para mostrar os benefícios que podem ser alcançados. Além disso, é adequado falar calmamente e com um tom agradável. 

Saiba ouvir

Para entender e se comunicar bem, é preciso saber ouvir. Só assim será possível identificar as dúvidas e angústias do paciente.

Além disso, ao parar para escutar alguém, o profissional mostra para a pessoa que ela é importante e que o que ela diz é válido. Isso aumenta a confiança e melhora a relação entre profissional e paciente.

Aplique hipnose conversacional

Uma das maneiras de desenvolver as habilidades necessárias para realizar a comunicação terapêutica é por meio da hipnose conversacional. Com o uso dela, é possível aprender a usar a linguagem corretamente e melhorar a maneira como interagem com o paciente. Para isso, a hipnose conversacional trabalha:

  • a condução de conversas;
  • o uso de metáforas;
  • os padrões de linguagem;
  • as técnicas de comunicação não verbal. 

Além disso, a hipnose também pode ajudar a aumentar o poder de persuasão do profissional, com o uso da ativação de gatilhos mentais. Entenda como isso funciona

Esse artigo foi útil?

Clique na estrela para pontuar!

Média de pontuação 5 / 5. Vote count: 1

No votes so far! Be the first to rate this post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *