Perfil comportamental: por que sua identificação é tão importante?

Tempo de leitura: 4 minutos

0
(0)

Como cada pessoa reage a um determinado estímulo? É isso que estuda o perfil comportamental. Os dados obtidos podem ser importantes para tentar compreender o outro no dia a dia, para entender como uma sociedade se comporta como um todo ou até mesmo na contratação de colaboradores.

Afinal, toda empresa quer alguém que tenha determinado perfil para exercer funções com oportunidades em aberto. Assim, quando é possível identificar se o candidato à vaga possui o perfil comportamental necessário, a seleção de colaboradores torna-se mais eficiente.

Conheça melhor e entenda a importância da identificação dos perfis comportamentais no dia a dia. Continue a leitura para descobrir!

O que é um perfil comportamental?

O perfil comportamental é a maneira como a pessoa reage a determinado estímulo e o tipo de sensação que ela desenvolve a ele. Dessa forma, por meio da identificação do perfil, é possível prever como cada um se comportaria caso tivesse que enfrentar uma situação qualquer.

Assim, é possível reunir grupos e trabalhá-los de maneira com que as forças sejam potencializadas as fraquezas minimizadas

Em uma empresa, por exemplo, esse conhecimento pode levar alteração até na maneira como a comunicação interna é feita. Tudo para se adequar ao comportamento da equipe e usar a emoção de cada pessoa a favor da instituição. 

Por que é interessante fazer uma análise dos perfis?

Um gerente, por exemplo, precisa ter capacidade de liderança e rápido poder de decisão. Já um atendente precisa ter facilidade de se comunicar de de resolver problema. Resumidamente, cada cargo requer que a pessoa tenha uma habilidade específica, ou seja, determinado perfil comportamental. Afinal, enquanto um bombeiro não pode se apavorar com o fogo, um paraquedista não pode ter medo de altura.

Por isso, para saber como o contratado de uma empresa vai reagir ao ser colocado em determinada situação, a melhor forma é traçar o perfil comportamental dele

Por meio dos dados obtidos, a instituição vai poder definir se ele tem o perfil desejado para a vaga almejada. Além disso, quando o perfil comportamental é traçado para um indivíduo, sem necessariamente ser uma solicitação da sua vida profissional, ele pode ser usado para, por exemplo:

  • ajudar a entender como a pessoa pensa e age;
  • procurar fortalecer sua autoestima;
  • trabalhar para potencializar as habilidades e diferenciais;
  • aprender a conviver e a trabalhar os pontos fracos.

Os 4 perfis comportamentais mais comuns

Comunicador, executor, planejador e analista. Esse são os perfis comportamentais mais comuns. Veja a diferença entre eles. 

Comunicadores

São pessoas que não gostam de ambientes monótonos e se adaptam muito bem às adversidades. Comunicativas, ativas e falantes. Como têm capacidade de interagir com facilidade, abordam diversos temas, rapidamente, sem dificuldade. 

Pessoas com esse perfil comportamental gostam de trabalho que envolvam autonomia e movimentação. Além disso, se adaptam melhor ao ambiente harmonioso e gostam do contato interpessoal.

Essas pessoas tendem a ser vaidosas, trabalham bem em equipe e não gostam de passar despercebidas. Ágeis em sua atitude, também possuem sentimento artístico. 

Executores

Dinâmicos, esses profissionais são naturalmente líderes. Estão sempre prontos para assumir desafios e se arriscar, tendo sempre uma perspectiva otimista em mente. Determinada e perseverante, essa pessoa costuma ser competitiva e estar sempre em busca de resultados. 

Planejadores

Autocontrole é uma das características marcantes das pessoas que possuem esse perfil comportamental. Calmas, cuidadosas e tranquilas, preferem ter rotina e seguir as regras estabelecidas. 

No geral, preferem estar acompanhadas de pessoas dinâmicas. Disciplinadas, essas pessoas são flexíveis, pacientes, passivas e observadoras. Se são submetidas a uma situação de emergência, costumam agir com calma. Além disso, são introvertidas e fáceis de se relacionar. 

Analistas

Esse perfil comportamental define uma pessoa rígida, preocupada e calma. Discreta e pessimista, é também sensível. Isso faz com que tenha aptidão para a arte. 

Inteligente, ágil e intelectual, desenvolve bem tarefas detalhadas ou que requeiram rápida improvisação. Costuma ser um colaborador comprometido e leal, que possui muita inteligência verbal e tem facilidade para soluções momentâneas.

Análise comportamental

Ao conhecer esses perfis traçados por meio da análise comportamental, a empresa consegue encontrar a pessoa perfeita para a tarefa a ser executada. Por isso, instituições que queiram crescer devem investir nessa pesquisa.

Quer saber como ela pode ser útil? Veja como essa avaliação auxilia a busca por resultados

Esse artigo foi útil?

Clique na estrela para pontuar!

Média de pontuação 0 / 5. Vote count: 0

No votes so far! Be the first to rate this post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *