Muitas pessoas têm medo de elevador. Algumas, têm tanto pavor de entrar nesse ambiente que preferem subir mais de 10 andares, pela escada, só para evitar o elevador. Mas por que isso acontece? 

Embora ainda não exista um nome dado ao medo de elevador, é possível que esse problema esteja ligado à claustrofobia e à acrofobia. Embora algumas pessoas consigam entrar no elevador, mesmo com medo, outras entram em um estado de pânico só de pensar.

O fato é que esse medo pode atrapalhar o dia a dia de uma pessoa. Afinal, quantas empresas não atuam em prédios? Quando o profissional precisa subir e descer escadas, sempre que tem que ir a outro andar, por exemplo, acaba deixando a rotina mais complicada. É por isso que, em alguns casos, o melhor é buscar pelo tratamento – e a hipnose pode ser uma ótima aliada. Veja como funciona!  

Medo de elevador: como se caracteriza essa fobia?

É comum e normal que todas as pessoas tenham medo de algumas coisas. É essa sensação que faz o indivíduo ser mais prudente e evitar situações que coloquem em risco a sua vida. Entretanto, também existem alguns medos que podem prejudicar a rotina de vida.

É esse o caso do medo de elevador. Muitas vezes, ele começa em uma experiência traumática, que faz com que a pessoa desenvolva a fobia. Contudo, há também casos nos quais o indivíduo assistiu a um filme, na infância, que envolvia algo ruim dentro do elevador. Seja qual for o caso, pessoas com medo de elevador podem apresentar sinais como, por exemplo: 

Eles podem aparecer sempre quando a pessoa precisa usar o elevador ou sabe que vai ter que entrar em um elevador, por exemplo. E, embora não exista um nome para esse medo de elevador exagerado, acredita-se que duas fobias possam estar ligadas a ele. 

Tratamentos contra fobia de elevadores 

Como o medo do elevador pode prejudicar a rotina diária, é interessante procurar um tratamento. Isso torna-se ainda mais importante quando a pessoa vive em grandes centros, nos quais o acesso a um elevador é mais rotineiro. Veja algumas alternativas de tratamento dessa fobia. 

Terapia Cognitivo-Comportamental

Trata-se de um tipo de psicoterapia que busca mudar a maneira inadequada de pensar. Ela visa conseguir que a pessoa que tem medo de elevador passe a ter sensações melhores ao ser exposta ao meio de locomoção. Para isso, busca meio de provocar melhores emoções e de percepção individual dos eventos.

Dessensibilização

Essa é uma técnica da terapia cognitivo comportamental, que comumente é usada na hipnoterapia, e recebe o nome de dessensibilização sistêmica. Por meio dela, a pessoa é exposta, gradativamente, ao agente causal da fobia que, neste caso, é o elevador. 

Ela é aplicada enquanto a pessoa está em transe hipnótico. Nesse momento, ela é convidada a se imaginar em situações que envolvem o uso do elevador. É comum que o indivíduo com medo fique ansioso, mas o hipnoterapeuta o ajudará a controlar as emoções. 

Quando a pessoa se sente tranquila novamente, uma nova exposição é feita. Assim é realizado o processo de dessensibilização, gradativamente, até que o medo de elevador tenha sido controlado. Não há um tempo certo para que o tratamento termine. Tudo dependerá da evolução individual e da gravidade da fobia.

Hipnoterapia com regressão à causa 

Outra alternativa é, durante a sessão de hipnoterapia, realizar a regressão. Nesse caso, o hipnoterapeuta ajuda a pessoa a recordar um possível evento traumático que tenha levado ao desenvolvimento da fobia. 

Ela vai recordar a primeira vez que teve medo de elevador. Durante o tratamento, o hipnoterapeuta irá ajudá-la a lidar com as emoções vividas. Além disso, poderá trabalhar a ressignificação do evento traumático. 

A verdade a respeito da segurança dos elevadores 

Será que é preciso ter medo de elevador? Claro que riscos existem em qualquer coisa na vida. Mas a verdade é que o elevador é considerado um meio de locomoção muito seguro. Além disso, quanto mais o tempo passa, mais investimentos em tecnologias são feitos. Dessa forma, a segurança sempre acaba aumentando. 

Além disso, é importante lembrar que os elevadores são suportados por vários cabos, que são capazes de suportar mais peso do que está escrito na famosa plaquinha existente no elevador. Isso faz com que ele seja muito seguro.

No entanto, é fato que acidentes acontecem, eventualmente, e acabam deixando a pessoa que tem medo de elevador ainda mais aflita. Quem passa por isso, pode tentar seguir algumas dicas de segurança, para que se sinta mais à vontade ao entrar em um elevador. São elas: 

Se você tem medo de elevador, é indicado procurar ajuda de especialistas. A terapia colabora para o tratamento de fobias e melhora a qualidade de vida. Conheça um pouco sobre ela e veja o que é o tripé da terapia.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *