Tem preconceito com terapia? Descubra 6 vantagens

Você ainda tem preconceito com terapia e acha que isso é “coisa de gente doida”? Esse mito ainda é muito compartilhado e acaba afetando a vida das pessoas. 

É que muitas delas, que precisam de tratamento, por terem preconceito com terapia não a procuram. Assim, além de sofrerem mais com diferentes questões, das mais simples aos transtornos mentais, por vezes acabam piorando. 

E nesse grupo de pessoas que se recusam a aceitar os benefícios da terapia há homens e mulheres. Entretanto, segundo pesquisas, dentre eles a repulsa ao tratamento é maior. Isso pode ser explicado por questões culturais, que impõe no homem a necessidade de “ser forte”, o que faz com que cresçam acreditando que não precisam de ajuda.

Você também passa por isso? Então descubra os benefícios que você pode conquistar ao repensar o seu preconceito com terapia! 

O tabu da psicoterapia: por que muitos têm preconceito?

Muitos se negam a buscar ajuda profissional e esse preconceito com terapia pode ter relação com algo que se aprende na infância. Por vezes, a criança escuta um adulto falar que terapia é “coisa de maluco”, por exemplo. Isso fica arquivado no cérebro e passa a funcionar como uma verdade, na vida adulta

O problema é que, por vezes, a necessidade de conversar com um profissional é sentida. Afinal, mesmo compartilhando as experiências com as pessoas ao redor, o indivíduo nota que elas não sabem como ajudar. Por mais que tentem, não conseguem colaborar para ajudar a aliviar a angústia.

No entanto, com medo do julgamento dos outros, acabam não buscando ajuda. É aí que mora o problema. A falta de tratamento pode resultar em piora nos quadros de desordem mental. Assim, o tabu ou o preconceito com terapia afeta, de forma negativa, a saúde. 

Como funciona a psicoterapia?

A psicoterapia é realizada por um psicólogo e consiste na realização de sessões de conversas sigilosas e orientações. Elas visam ajudar a pessoa a encontrar novos caminhos para as queixas. 

No geral, são realizadas uma vez por semana e podem ser feitas online ou presencialmente. Além disso, podem ser realizadas de maneira individual ou em grupos. Em alguns casos, são realizadas com o casal ou até com a família toda. 

Tudo dependerá do problema apresentado e do foco do tratamento. Afinal, quando não há o preconceito com terapia é possível encontrar nesse processo a ajuda para diversos momentos. Dentre eles, por exemplo:

  • sintomas físicos de origem emocional;
  • ansiedade e/ou depressão;
  • conflitos entre familiares; 
  • dificuldades na carreira profissional;
  • dependência química;
  • transtornos alimentares;
  • dificuldade de aprendizagem.

6 outros motivos para não ter preconceito com terapia

Deixar o preconceito de lado e buscar ajuda profissional pode resultar em diversos benefícios. Conheça os principais. 

Torna mais fácil a passagem por situações difíceis

Há momentos na vida que são muito complicados. O fim de um relacionamento, a morte de alguém ou até uma demissão, muitas vezes, são difíceis de superar. Com a psicoterapia é possível encontrar novas maneiras de lidar com o problema, de forma que o desafio se torne mais suave. 

Promove o autoconhecimento

Quantas coisas sobre você mesmo você não sabe? O autoconhecimento é uma eterna busca e a terapia pode ajudar nesse processo. Durante as sessões é possível conseguir ter uma visão maior e melhor dos próprios pensamentos e ações. Com isso, a pessoa aprende a administrar o que está sentindo, de maneira mais assertiva.  

Melhora os relacionamentos

Seja na vida em família, em questões amorosas, com amigos ou até no ambiente laboral, a terapia pode ajudar a melhorar os relacionamentos. Afinal, dependendo do estado emocional que a pessoa se encontra, ela lida de uma forma com essa interação. 

Assim, além de ajudar a compreender as próprias ações, a terapia poderá colaborar para o desenvolvimento de habilidades sociais. Isso vai colaborar com a construção de um relacionamento interpessoal saudável.

Gerencia pensamentos

Quanto mais estressado e inquieto, mais a cabeça pensa, sem parar e, muitas vezes, de forma desordenada. É preciso saber gerenciar os pensamentos para evitar picos de estresse e também para encontrar as melhores soluções para o problema. Dessa forma, é possível encontrar a paz interior e ter uma vida mais feliz. 

Desenvolve capacidade de resolver problemas

Durante a terapia, a pessoa consegue se conhecer melhor e mudar a maneira de pensar em agir. Com isso, passa a identificar como resolver os problemas do seu dia a dia de maneira mais leve. 

Ajuda a superar medos e traumas

Não existe uma vida 100% maravilhosa e os traumas são praticamente inevitáveis. Eles podem surgir da perda de um ente querido, pelo fato de ser vítima de uma violência ou até como consequência de uma palavra errada ouvida na infância. 

As causas são inúmeras e lidar com eles nem sempre é fácil. Assim como a hipnose, a terapia ajuda a superar os medos e traumas e ressignificar o que aconteceu, de forma que cause menos dor

Todo esse processo pode ser conquistado com encontros presenciais ou online. No entanto, o preconceito com a terapia, por vezes, impede a pessoa de procurar a ajuda que precisa.

Para quem tem receio dos julgamentos sociais, uma maneira de ter o tratamento sem que ninguém fique sabendo é optar pela terapia online. Veja como funciona

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp