Tripanofobia: como tratar medo de injeção e agulha com hipnose

Tempo de leitura: 3 minutos

5
(2)

Você é daquelas pessoas que não podem nem pensar em tomar uma injeção que já passam mal? Esse pode ser um caso de tripanofobia, que também é chamada de “aicmofobia”, ou seja, um medo exagerado de agulha

No dia a dia, pode ser até que esse problema não afete a rotina do indivíduo. No entanto, quando a pessoa precisa de um tratamento médico qualquer, a tripanofobia pode prejudicar a sua saúde.

Afinal, há medicamentos que só podem ser absorvidos de maneira injetável. Se o indivíduo não conseguir se aproximar de uma agulha, pode não conseguir receber a medicação. Por isso, quem sofre com essa fobia precisa procurar tratamento. Sabia que a hipnoterapia pode oferecer resultados satisfatórios e rápidos? Veja como isso é possível neste artigo!. 

O que é tripanofobia?

Trata-se de um medo exagerado e irracional de agulhas e injeções. Por mais que a pessoa saiba que esse objeto faz um pequeno furo, muitas vezes indolor, ela tem tanto receio que não é capaz de se controlar.

Quem sofre de tripanofobia não consegue receber um medicamento injetável, doar sangue, ser vacinado ou mesmo fazer uma tatuagem. Em alguns casos, a pessoa até se controla para que possam tomar uma injeção, mas sofre muito para isso e fica extremamente ansiosa

Quais as causas mais comuns?

No geral, esse pavor de agulhas é desenvolvido na infância e pode perdurar pela idade adulta. Quando, enquanto pequena, a pessoa passa por um evento traumático envolvendo esse instrumento, o inconsciente acaba interpretando que a agulha é uma séria ameaça

Não não tratada, essa sensação pode ser carregada por toda a vida. Assim, mesmo que a pessoa, racionalmente, saiba que o procedimento é praticamente indolor, a memória traumática faz com que ela reaja mal e desenvolva a fobia.

Há também casos nos quais esse trauma infantil não é gerado pela aplicação de uma injeção, mas por visualizar uma situação que envolve agulhas. É o caso, por exemplo, de quando as crianças assistem a filmes impróprios para a idade e, neles, aparecem injeções ou seringas em um momento ruim. Essa visualização pode fazer com que a criança cresça com a tripanofobia.

Como controlar esse tipo de fobia com hipnose? 

A hipnose pode ser usada para tratar diferentes tipos de fobias, dentre elas, a tripanofobia. Isso é possível porque, com a ajuda de um hipnoterapeuta, a pessoa consegue descobriro que causou o medo e por que ela carrega sentimentos tão ruins ao ver uma agulha. Uma imagem vista? Uma injeção mal aplicada? Identificar o que a fez ter essa fobia é o primeiro passo. 

Depois de descobrir a causa, é possível fazer a dissociação, ou seja, desvincular o possível trauma dos sentimentos ruins que levaram a pessoa a desenvolver a tripanofobia. Por meio da ressignificação, o profissional ajuda o paciente a fazer associações diferentes.

Como o tratamento é individualizado e baseado no histórico de vida do paciente e em suas lembranças, a hipnoterapia costuma oferecer resultados bons e rápidos. Sem contar que, além de ajudar a pessoa a perder o medo de agulhas, o hipnoterapeuta pode trabalhar o autocontrole e autoconhecimento

Essas características podem ajudar a pessoa a evitar crises de ansiedade, que podem ser geradas pelas fobias. Ela também aprenderá a lidar melhor com as emoções e dominá-las, sempre que necessário. 

Existe inclusive uma técnica de PNL para tratar fobias. Conheça mais sobre ela agora mesmo! 

Esse artigo foi útil?

Clique na estrela para pontuar!

Média de pontuação 5 / 5. Vote count: 2

No votes so far! Be the first to rate this post.

Hackeando realidades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *