Qual é o segredo da felicidade segundo a psicologia?

A busca pelo segredo da felicidade se tornou tão frequente, que instituições públicas passaram a dar cursos virtuais gratuitos sobre o tema. Isso é viável porque, de acordo com que a psicologia positiva entende, é possível aprender a ser feliz. Para isso, é preciso trabalhar:

  • a vida gratificante: que se refere à garantia das necessidades básicas;
  • a vida boa: que enfatiza a importância do desenvolvimento do potencial para que a realização pessoal seja alcançada;
  • e a vida com sentido: que é quando o potencial de cada um consegue ser usado para contribuir com a felicidade dos outros. 

Conheça mais sobre a psicologia positiva e como ela pode contribuir para entender o segredo da felicidade. Continue a leitura e descubra!

O que é psicologia positiva?

A psicologia positiva tem como precursor Martin Seligman, que descobriu que era possível vivenciar a felicidade, mesmo que a pessoa não atingisse o ápice em relação a dinheiro, saúde ou condições sociais, por exemplo. Bastava o mínimo necessário para que um ser humano conseguisse ser feliz. 

Assim nasceu a psicologia positiva, que procura compreender como as forças pessoais e as virtudes conseguem conduzir o ser humano para uma vida boa e cheia de felicidade. Para isso, é feita uma análise de como as pessoas, que se consideram felizes, reagem ao meio em que vivem. Além disso, é observado como elas lidam com problemas cotidianos e avaliam as própria metas de vida. 

Esse ramo da psicologia, que busca desvendar o segredo da felicidade, é recente. Ela foi difundida apenas na década de 1990, quando Martin Seligman participou de uma palestra. Como presidente da Associação Americana de Psicologia (APA), posto que ocupava na época, ele disse que a psicologia precisava ter um novo direcionamento. Para ele, era necessário compreender o que faz um indivíduo feliz. Ao entender isso seria viável ajudar as pessoas a seguirem novos passos e encontrarem o segredo da felicidade.

A abordagem é muito diferente da psicologia clássica. Nela, os fatores positivos da personalidade não são foco do estudo. A busca é sempre pelo sofrimento, distúrbio e o que causa determinado comportamento. Enquanto na psicologia positiva, Seligman foca em entender, cientificamente, como a psicologia pode ajudar a pessoa a melhorar a sua realidade e ter uma vida mais satisfatória. 

Mas afinal, qual é o segredo da felicidade?

Embora o estudo em busca do segredo da felicidade exista, é possível dizer que não há uma receita para que ela seja conquistada. Para a psicologia positiva, a construção de uma vida feliz é multidimensional e depende da forma como cada indivíduo interpreta o mundo. 

Entretanto, há algumas mudanças simples que podem ajudar a ficar mais perto do que é chamado de segredo da felicidade. Para isso, Martin Seligman criou o modelo PERMA, que consiste em:

  • P – Positive emotions (Emoções positivas): estimular novos caminhos e pensamentos, ajuda o indivíduo a encontrar habilidades e recursos interiores ainda não trabalhados;
  • E – Engagement (Engajamento): se envolver e acreditar no que faz e entender a importância de suas ações;
  • R – Relationships (Relacionamentos positivos e conexões sociais): ter bons relacionamentos, na comunidade ou familiar, por exemplo, ajuda a trazer mais leveza e alegria para o dia;
  • M – Meaning (Significado e propósito): ter um objetivo na vida e guiar as ações para atingi-lo;
  • A – Accomplishment (Realização): buscar e atingir o objetivo pessoal traçado. 

10 dicas para ser mais feliz, segundo a psicologia

Não há uma fórmula mágica que permita que todos consigam alcançar a felicidade. Afinal, o que faz bem para um, não é tão importante para o outro. Por isso, para ser feliz é preciso buscar o autoconhecimento e definir as próprias metas e objetivos. 

Nesse contexto, é necessário saber responder o que é importante para você e onde você quer chegar. No entanto, algumas atitudes podem fazer a sua vida ser melhor, mais alegre e satisfatória. Para a isso, a psicologia sugere que você:

  1. encontre algo que gosta de fazer e comece a praticar, pode ser qualquer hobby, desde passear com os cães, até assistir séries ou fazer artesanatos;
  2. pratique a gratidão;
  3. procure algo que promovam relaxamento como, por exemplo, a auto-hipnose;
  4. exercite a compaixão. Para isso, pode tanto ajudar alguém, quanto dedicar, por exemplo, parte do seu tempo para uma atividade voluntária;
  5. procure gastar o seu tempo com algo que faça sentido para você;
  6. mantenha contato com pessoas que fazem bem a você, como parentes e amigos;
  7. coloque as emoções para fora. Chore, grite, ria…;
  8. para tudo há um lado positivo, procure por ele; 
  9. dê valor a pequenas coisas do dia a dia;
  10. descubra novos talentos, sempre há algo, dentro de você que ainda não foi revelado.

Em suma, para ser feliz é importante procurar por atividades, relacionamentos e momentos que fazem bem para a sua mente! Para isso, é bem possível que tenha de alterar pequenos hábitos. Descubra como a mudança pode deixar a sua vida mais alegre e prazerosa e confira dicas de novos hábitos. Até a próxima!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp